WPP promove reposicionamento global da Superunion

Buscar
Publicidade

Comunicação

WPP promove reposicionamento global da Superunion

Para expressar sua oferta como consultoria de marca, rede, liderada por Marcelo Bicudo, troca conceito “Upstream Creativity” para “Creative Revolution”

Renato Rogenski
19 de março de 2021 - 6h00

Marcelo Bicudo: “Essa revolução criativa pressupõe uma pegada muito forte de consultoria” (Crédito da imagem: divulgação)

Nesta quinta-feira, 18, a WPP anunciou o reposicionamento da rede global Superunion, focada em consultoria de marca e branding. Com isso, o conceito criativo que exprimia a operação “Upstream Creativity”, dá lugar para uma nova assinatura: “Creative Revolution”. O novo posicionamento, como explica Marcelo Bicudo, CEO da empresa no Brasil, está alinhado com as demandas do marketing contemporâneo, mais centrado no consumidor e sua experiência com a marca.

Segundo o executivo, o mindset da rede tem agora como base o “human centered design”, uma variação do design thinking que coloca as pessoas no propósito do desenvolvimento de produtos, marcas e serviços. Na prática, também é um jeito de mostrar ao mercado que a companhia oferece um escopo de entregas que vai além do branding, pensando em toda a jornada do consumidor, incluindo todos os pontos de contato com a marca.

Para Bicudo, a nova mensagem da Superunion também tem a missão de deixar claro que as soluções para uma marca não estão mais baseadas na dinâmica de criação sob o ponto de vista de comunicação, pura e simplesmente. “Essa revolução criativa pressupõe uma pegada muito forte de consultoria. Não se discute aqui só a grande ideia, mas qual é o seu impacto. E não importa para nós se a solução está no design gráfico, no tom de voz, no UX ou no design de uma loja. Estamos preparados para atuar de maneira interdisciplinar e para ser um hub para os nossos clientes na estratégia, no design, mas também na execução desse branding”, explica.

Como integrante do board global da rede, Marcelo Bicudo participou do desenvolvimento do novo posicionamento ao lado do CEO global, Jim Prior, do chief strategy officer global, Tom Robinson, e do CEO para a Ásia, Benedict Gordon. No Brasil, além de Bicudo, o board da empresa é composto pelos executivos Diego Couto (finance director), Felipe Ribeiro e Tali Monte Rosa (heads of strategy), Aline Medina (head of service design), Heitor Piffer (executive creative director), Fernanda Klebis Dias e Juliana Ajaj (Heads of Business Development) e Fernanda Calfat (head of operations).

Globalmente, a marca Superunion nasceu em 2018, quando a WPP unificou suas cinco redes globais de branding: Brand Union, The Partners, Lambie-Nairn, Addison Group e VBAT. No Brasil, a Brand Union atuava com o nome Epigram Brand Union, após ter comprado em 2014 a Epigram, fundada pelo próprio Marcelo Bicudo.

Hoje, a operação brasileira conta com aproximadamente 70 pessoas e atende clientes como Bradesco Seguros, Bradesco, Carrefour, Cielo, Coca-Cola, Deloitte, Electrolux, Giraffas, Google, Heineken, Johnson & Johnson, Mercado Livre, Nubank, Vans e Telefônica. O trabalho mais recente da consultoria no Brasil foi a criação do posicionamento estratégico e do branding da fundação da Zetta, uma associação com foco na inovação do setor financeiro, movimento composto por empresas como Nubank, Mercado Pago, Google Creditas, Banco Inter e Grupo Movile.

*Credito da imagem de topo: audioundwerbung/iStock

Publicidade

Compartilhe

Veja também