Nissan oficializa patrocínio à Rio 2016

Buscar

Marketing

Publicidade

Nissan oficializa patrocínio à Rio 2016

Meio & Mensagem antecipou há quase um mês a entrada da montadora como parceira oficial da Olimpíada no Rio de Janeiro

Teresa Levin
8 de fevereiro de 2012 - 12h44

A Nissan foi oficialmente anunciada nesta quarta-feira, 8, como patrocinadora dos Jogos Olímpicos Rio 2016. A vitória da montadora após seis meses de concorrência foi antecipada pelo Meio & Mensagem no início de janeiro . O comunicado aconteceu pela manhã, em uma coletiva de imprensa no Rio de Janeiro que contou com a presença do presidente do Comitê Organizador dos Jogos Rio 2016 Carlos Arthur Nuzman e do presidente da Nissan Christian Meunier, além do diretor de marketing da montadora Carlos Murilo Moreno.

O valor envolvido na negociação não foi revelado. Além de um aporte financeiro aos jogos, a Nissan fornecerá ao menos 4.500 veículos, movidos a etanol ou eletricidade, para o transporte de atletas, parceiros comerciais, membros do Comitê Organizador local e do Comitê Olímpico Internacional, além de profissionais da imprensa. A ideia é que esta iniciativa ajude o Comitê Organizador a cumprir a meta de sustentabilidade dos jogos.

O presidente da Nissan revelou que a meta é que, com este patrocínio, a montadora tenha um crescimento de 5% em seu market share até 2016. Em dezembro, a empresa registrou 3,8% de market share. A Nissan também está reforçando a sua rede de revendedores, hoje com 130 pontos de venda. “Esperamos dobrar este número até 2016”, disse.

O patrocínio aos Jogos Olímpicos Rio 2016 será divulgado para a população brasileira com um anúncio na mídia impressa no próximo fim de semana. A peça é assinada pela Lew´Lara/ TBWA. “A Lew´Lara/TBWA será responsável por todo processo de comunicação até 2016 ficando inclusive a frente de processos para selecionar futuros parceiros”, antecipou o diretor de marketing da Nissan.

A ligação da Nissan com os jogos irá além do patrocínio: a montadora apoiará um programa de incentivo a jovens atletas em sua preparação para as Olimpíadas. A iniciativa busca deixar um legado dos jogos para a população, criando um impacto social positivo e duradouro, incluindo programas de marketing destinados a disseminar a experiência olímpica no país. “Estamos começando este processo e futuramente daremos todos os detalhes mas basicamente apoiaremos possíveis candidatos a medalhas e vamos ajudá-los, dando oportunidades”, explicou Moreno.

Novos patrocínios
Ainda neste primeiro trimestre será negociada a cota de patrocínio do segmento de óleo e gás. Além desta, a expectativa do departamento comercial dos jogos é abrir a disputa do patrocinador de mineração e siderurgia nos próximos meses. Também poderá ser comercializada a cota de companhias aéreas. Segundo Rodrigo Frazão, diretor de vendas de patrocino do Comitê Organizador, a previsão é que no segundo semestre seja aberto o processo para a escolha do patrocinador do segmento de cerveja.

Com a entrada da Nissan, os Jogos Olímpicos Rio 2016 soma um total de seis patrocinadores confirmados oficialmente. Os outros já divulgados são: Bradesco, Bradesco Seguros, Claro e Embratel, todos de nível 1, além da Ernst& Young, que é de nível 2. Não há uma definição sobre o total de patrocinadores que os jogos terão. No dossiê de candidatura, a expectativa era arrecadar US$ 570 milhões.

“A previsão estabelecida no caderno de encargos já foi superada largamente para a nossa alegria. Recordes estão ai para serem batidos, mas acima de tudo o importante é o montante arrecadado e não apenas o número de patrocinadores”, esclareceu Nuzman. Para se ter uma ideia, os jogos de Londres já acumulam aproximadamente 50 patrocinadores – o número inclui os apoiadores da próxima Olimpíada.

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”