Saraiva nega suposta venda para Amazon

Buscar

Marketing

Publicidade

Saraiva nega suposta venda para Amazon

Marcílio Pousadas, presidente da varejista brasileira, garante que a marca está preparada para enfrentar oponentes internacionais


23 de novembro de 2012 - 8h55

A Saraiva não está sendo negociada pela Amazon. Segundo o jornal Valor Econômico, a afirmação foi feita pelo presidente da varejista, Marcílio Pousadas, durante reunião da Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais (Apimec) realizada nesta quinta-feira 22.

Com vendas da ordem de R$ 500 mil em livros ao mês nas suas 97 unidades, a Saraiva busca fortalecer a presença da marca também junto ao mercado de e-books para fazer frente à disputa com as rivais Amazon, Barnes & Noble, Penguin Random House, entre outras. Hoje, os livros digitais da livraria brasileira operam em tablets da Samsumg, equipados com a tecnologia Android, do Google. Outro forte oponente é o iPad, da Apple, além do Kindle, leitor para e-books da Amazon.

wraps

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”