Fruttare ganha loja gourmet em São Paulo

Buscar

Marketing

Publicidade

Fruttare ganha loja gourmet em São Paulo

Inspirada em sobremesa italiana, marca de sorvetes de frutas da Kibon apresenta a Fruttare Granita


5 de fevereiro de 2015 - 4h48

O mercado brasileiro de sorvetes está aquecido. Diversos formatos e sabores chamam a atenção e despertam o desejo do consumidor. Aproveitando este bom momento, a Kibon inaugura uma loja Fruttare no bairro da Vila Madalena, em São Paulo. "Essa é a primeira pop up store de Fruttare no Brasil e no mundo. O espaço trará novas experiências de consumo e um produto único e personalizado", afirma Kátia Ambrósio, diretora de marketing da Kibon.

A TV Meio & Mensagem esteve no lançamento da loja e registrou as novidades.

wraps

Mesmo sendo uma loja de Fruttare, o consumidor não irá encontrar o picolé da marca da Unilever. A loja irá oferecer a Fruttare Granita, um mix de sorbet (sorvete de fruta feito sem leite), água de coco, picolé Fruttare e frutas frescas. O novo produto foi inspirado em uma sobremesa italiana, mas promete agradar os brasileiros com esta nova releitura.

"A princípio a loja ficará aberta por três meses, mas sempre há possibilidades de prorrogar este prazo. É um teste. Quem sabe não abrimos outra loja em outro estado ou em qualquer lugar do mundo?", projeta Kátia.

Além do sorvete, o consumidor poderá adquirir na loja reproduções das obras de graffitti que os artistas Felipe Yung “Flip”, Toz, Onio, Leo Uzai, João Lelo e Pifo fizeram para a marca tanto na pop up store, quanto nos muros da cidade. A loja fica na Rua Wisard, 244. O preço da Fruttare Granita é R$ 10,00.  

Leia também: 
Kibon celebra os 450 anos do Rio

Kibon expõe escultura de palitos

Kibon faz entrega gratuita de sorvetes

Kibon abre loja de produtos customizados

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”