Coca-Cola e Itaú são as marcas mais lembradas em relação à Copa

Buscar

Marketing

Publicidade

Coca-Cola e Itaú são as marcas mais lembradas em relação à Copa

Pesquisa global realizada pela consultoria eCGlobal mostra também o comportamento e as expectativas do brasileiro em relação ao período pré-torneio mundial

Luiz Gustavo Pacete
5 de junho de 2018 - 7h00

 

O avião da Coca-Cola que leva a taça da Copa pelo mundo (Crédito: Reprodução Coca-Cola YouTube)

Conforme a Copa se aproxima, institutos de pesquisa e consultorias tentam mapear como patrocinadores e marcas relacionadas ao esporte vêm se desempenhando quando o assunto é lembrança na mente do consumidor. Entre os mais recentes desses levantamentos, a consultoria eCGlobal realizou um estudo com dois mil brasileiros, membros do seu painel online de consumidores e com mais de mil internautas em toda a América Latina, para entender suas expectativas com a Copa do Mundo de 2018.

De acordo com o resultado obtido pelo levantamento, 55% dos brasileiros estão otimistas com a seleção e acreditam que a taça será do Brasil. Somente 13% acreditam que provavelmente a taça não será do Brasil. Sobre o clima de Copa, o estudo aponta que 52% pretendem comprar ou já compraram a camisa da seleção e 35% estão colecionando o álbum de figurinhas do mundial.

No que diz respeito às marcas que estão ganhando espaço na mente do consumidor neste período pré-copa, a lembrança espontânea de propagandas associadas à Copa é alta: 78% lembram de alguma marca. No total, 66 marcas foram citadas. Para a lembrança estimulada, na qual foram apontados 24 anunciantes, este percentual aumenta ainda mais para 94%.

Tanto na lembrança espontânea como na estimulada, a Coca-Cola e o Itaú lideram o ranking das marcas mais citadas pelos respondentes. Em seguida, há Vivo, McDonald´s e Guaraná Antarctica entre as top 5 mais lembradas em campanha sobre a Copa do Mundo.

O desafio dos patrocinadores

Em outra pesquisa, publicada em maio e feita pelo Ibope Conecta,  foi identificado que a maior parte dos brasileiros não associa corretamente os patrocinadores da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e do torneio. A pesquisa online entrevistou dois mil internautas das classes A, B, C e D, de 12 a 23 de março deste ano.

No caso da seleção brasileira, os patrocinadores mais citados são Coca-Cola, 39%, que não é patrocinador (o Guaraná Antarctica, da Ambev, é o dono dessa cota), Itaú, 38%, Vivo, 37% e Nike, 34% — estes, sim, parceiros da CBF. Já os patrocinadores mais citados da Copa do Mundo são feitos de maneira correta.

As maiores menções são para Coca-Cola, 41%, Adidas, 22% e Visa, 20%. Há 35% que não sabem responder essa questão e 18% que citam equivocadamente Mastercard (que foi patrocinadora da Fifa até a Copa do Mundo de 2006) e Nike como patrocinadores do evento.

*Crédito da imagem no topo: Clive Rose/GettyImages

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • marcas

  • Coca-Cola

  • itau

  • selecao

  • copa

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”