Presença de marcas sem gênero e sustentáveis marcam a SPFW

Buscar

Marketing

Publicidade

Presença de marcas sem gênero e sustentáveis marcam a SPFW

Com patrocínios e ativações de Santander, Jeep e mais seis marcas, evento questiona utopias particulares

Amanda Schnaider
24 de abril de 2019 - 6h00

“Acreditamos que moda não é roupa, mas um complexo hub criativo e de inovação. Moda é comportamento, cultura, desejo, é um processo vivo e em constante evolução, transformação e construção”. A frase é de Paulo Borges, idealizador e diretor criativo da São Paulo Fashion Week, uma das maiores semanas de moda do mundo. É com essa ideia que o diretor comenta a 47ª edição do evento semestral, que acontece nesta semana no espaço Arca, em São Paulo.

 

Marca de moda sem gênero Också faz sua estreia na SPFW este ano (Crédito: Divulgação/Ocksa)

Com o mote “Qual é a sua utopia?”, Paulo afirma se tratar de mais que um tema, mas uma conversa. “Utopia é aquilo que sonhamos como desejo, como meta. Queremos sonhar, ter mais empatia, harmonia. O Brasil está precisando disso, o mundo está precisando disso, e a moda tem esse poder de interação e emoção”, diz.

Flávia Aranha completa dez anos em 2019 (Crédito: Reprodução/Flavia Aranha)

Esta temporada traz cinco novas marcas: Haight, Neriage, Flavia Aranha, Another Place e Också, que apresentam temas como sustentabilidade e diversidade em seus conceitos de moda. A criadora Flavia Aranha considera importante participar da SPFW no ano em que sua marca homônima completa uma década de vida e afirma que está animada em “poder ocupar esse espaço e também trazer essa mensagem da sustentabilidade para um evento que sempre abrigou modelos mais tradicionais de moda, mas que agora também está olhando para outras possibilidades de fazer moda no Brasil”.

“Estrear na SPFW, nos faz refletir ainda mais sobre a discussão de gêneros e estereótipos”, comenta Igor Crivellaro, diretor criativo Också. “A questão do gênero já é algo muito bem definido na marca, temos claro que desenvolvemos peças em que cada indivíduo é livre para usar o que sente vontade. Quanto aos estereótipos, se apresentar para um novo público nos faz repensar formatos e propostas.” Segundo o diretor, a estreia da marca na SPFW não poderia ter vindo em melhor momento, pois segundo ele, tudo que foi idealizado nesses cinco anos de empresa agora poderá ser apresentado ao público.

Rafael Nascimento, diretor criativo da Another Place, outra estreante na Semana de Moda de São Paulo, revela que o próprio nome da marca conversa com o tema desta edição do evento. “Não rotulamos as pessoas em caixinhas e não há diferenciação de entre corpos, ou gêneros. Celebramos o indivíduo e queremos que ele consuma o produto do jeito que quiser. Esse conceito já é uma utopia em si e estará intrínseco na nossa coleção”, comenta.

O idealizador da SPFW diz que diversidade, sustentabilidade, questões de gênero e processos inovadores já estão na pauta do evento há alguns anos e que esses temas têm extremo valor e importância para sua história. “Vivemos um mundo disruptivo, em todos os cenários, e isso traz à tona novos comportamentos, formas de criar e distribuir. Nesse novo ambiente, marcas que já nascem com causas e propósitos ganham o interesse de todos”, afirma Paulo.

Another Place faz sua estreia no evento este ano (Crédito: Divulgação/Another Place)

Camila Coutinho, influenciadora digital e dona do blog de moda Garotas Estúpidas, que participa da SPFW há dez anos, concorda com Paulo. “Acredito que cada vez mais o evento vem mostrar o que tem de novo, além da moda, no comportamento”, pontua. Segundo ela, o ciclo de tendências mudou com vozes mais horizontais. A blogueira confessa que é importante que as novas marcas se apoiem mais em conceitos e valores do que em produtos e tendências. “Tudo é copiável, menos o valor da marca, então é natural que as marcas hoje nasçam com isso, porque os consumidores estão cada vez mais expressando sua opinião sobre as coisas”, reforça Camila.

Patrocinadores
Pelo segundo ano, o evento contará com o Projeto Estufa, que promove diálogos e reflexões em torno da criatividade, inovação e empreendedorismo. É apresentado por Santander, Sebrae e Instituto Nacional de Moda e Design. Porém, este ano, além de o projeto apresentar os desfiles de abertura nos dias das marcas Aluf, Victor Hugo Mattos, Ão, MiPinta, Lucas Leão, Korshi e Led nos dias 25, 26 e 27, a plataforma também lança uma websérie de cinco episódios com entrevistas que abordarão os temas pluralidade, consciência, criatividade, inovação e futuro. Os episódios podem ser assistidos nas redes sociais do Santander e SPFW, além dos telões da Arca, durante o evento.

O Santander é também o patrocinador máster do evento, assim como no ano passado. O banco chegou a realizar ação com a coleção de Reinaldo Lourenço em seu espaço cultural na capital paulista, o Farol Santander. Em nota, a empresa afirma que essa estratégia de patrocínio tem como pilares o empreendedorismo, democratização da moda e geração de novos negócios. O banco também vai reforçar o tema do evento com a pergunta “Qual é a sua utopia hoje?” espalhada por diversos pontos do espaço Arca, para que o público responda via redes sociais usando a hashtag #MinhaUtopiaHoje — as respostas serão projetadas em um grande telão presente no evento.

Além do banco espanhol, a Jeep também patrocina o evento pelo segundo ano consecutivo. “Com o sucesso da primeira participação, foi natural continuar a escrever esta história e promover experiências”, comenta Maria Lúcia Antonio, gerente de marketing e comunicação da FCA Latam. “Em uma ação digital, com participações da fotógrafa Tauna Sofia, da modelo Pretta Mesmo, do estilista Felipe Veloso, da designer Vic Hollo, da repórter Gabriela Bonomi e da consultora de estilo Marina Santa Helena, transmitiremos o que acontece nas passarelas durante alguns desfiles em um movimento encabeçado pela hashtag #UtopiaJeep”, conta Maria Lucia.

Outras marcas que apoiam a SPFW são Chilli Beans, Braskem, Café L’or, Buscofem, Stella Artois e Truss Professional.

 

**Crédito da imagem no topo: Lauren Fleischmann/Unsplash

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • moda

  • Sustentabilidade

  • ativações

  • patrocinadores

  • santander

  • SPFW

  • Paulo Borges

  • Jeep

  • Camila Coutinho

  • Agênero

  • Utopia

  • Flavia Aranha

  • Ocksa

  • Another Place

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”