Sob pressão, Oscar muda regras

Buscar

Mídia

Publicidade

Sob pressão, Oscar muda regras

Campanha de boicote à premiação por falta de diversidade faz a Academia anunciar mudanças


25 de janeiro de 2016 - 10h00

A campanha de boicote ao Oscar desencadeada por atores que protestaram contra a ausência de negros nas indicações começa a surtir efeito.

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas anunciou, na última sexta-feira, 22, que vai alterar suas regras para aumentar a diversidade entre os indicados.

Das mudanças que ocorrem neste ano está o aumento no número de mulheres e integrantes de outras etnias no Conselho.

Também foi revista a validade de período de membros da Academia que vai durar 10 anos com renovação para os que se mantiverem ativos no mercado.

Na semana passada, uma reportagem do The New York Times afirmou que a Academia estaria disposta a fazer inclusões em categorias. “Entre as mudanças possiveis estaria o retorno imediato para dez indicados ao prêmio de Melhor Filme”, dizia a reportagem.

Outro ajuste possível seria abrir espaço nas categorias para oito ou até dez atores e atrizes. A campanha de boicote ao Oscar foi encabeçada pelo diretor Spike Lee, a atriz Viola Davis e outros atores negros como Jada Pinkett Smith e seu esposo Will Smith.

wraps

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”