Jornalismo Latam tem inovação de vanguarda global

Buscar

Mídia

Publicidade

Jornalismo Latam tem inovação de vanguarda global

Projetos brasileiros e de países vizinhos costumam despontar em projetos de inovação e engajamento de audiência, segundo WAN-Ifra

Igor Ribeiro
23 de julho de 2019 - 16h31

*Atualizada em 24 de julho

A WAN-Ifra, a Associação Mundial de Jornais e Publishers de Notícias, realiza anualmente uma série de eventos para incentivar o desenvolvimento da produção de conteúdo de notícias, como congressos, fóruns e programas educacionais. Um desses eventos é o Digital Media Awards, que acontece regionalmente no mundo todo, com uma final mundial em junho, durante um congresso.

No ano passado, durante a final em Glasgow, na Escócia, o Brasil teve cinco representantes no pódio, sendo um deles em primeiro lugar, a Jota, que conquistou o principal prêmio em startup de informação. “O fato de que muitos projetos vencedores da América Latina acabam vencedores do World Digital Media Awards, fala muito bem do nível de inovação do jornalismo na América Latina”, afirma Rodrigo Bonilla, diretor para a América do WAN-Ifra. 

Rodrigo Bonilla, diretor da WAN-Ifra para as Américas (Crédito: Divulgação)

Segundo ele, a premiação ajuda a verificar o ritmo com que os meios estão se adaptando às mudanças do consumo de notícias. “A criatividade, a inovação, a paixão e o compromisso percebidos nas centenas de trabalhos que temos recebido desde que começamos essa competição, em 2015, é um reflexo de que muitos publishers estão constantemente tentando oferecer um conteúdo jornalístico relevante, atual e vanguardista”, diz Bonilla. “Em alguns casos, até sentimos que a oferta está mais adianta que a demanda, que os formatos narrativos e os projetos jornalísticos estão mais avançados ainda do que o mercado está consumindo.”

Bonilla cita alguns que se destacaram nesse tempo como grandes plataformas de inovação digital, como o mexicano Animal Político, que ganhou ano passado como melhor projeto de fidelização de audiências jovens, que combateu a desinformação no processo eleitoral do país. Também citou o argentino Uno, do Grupo América, que conquistou três categorias em 2017 com sua plataforma móvel de contar notícias por meio de memes e gifs. A Argentina é, alías, a principal ganhadora do Digital Media Awards Latam, com 19 prêmios, seguida de Brasil (8) e México (4).

O diretor da WAN-Ifra aponta que os países latino-americanos costumam se destacar, na etapa global, em projetos de inovação e engajamento de audiências. Sobre as ferramentas de monetização, Bonilla aponta que, assim como no restante do mundo, os veículos latinos tem testado diferentes modalidades, uma vez que a constatação geral é que não há modelo único. “As estratégias de conteúdo pago, por meio de paywalls e sistemas de associação aparecem como um caminho para ser explorado tanto pelos nativos digitais como as grandes empresas nacionais e regionais. Da mesma forma, as receitas via branded content seguem sendo interessantes para vários veículos, bem como ad networks e publicidade programática.”

O assunto é parte importante do Digital Media Awards: duas categorias são diretamente relacionadas a modalidades de receita: Best Native Advertising / Branded Content Campaign e Best Paid Content Strategy. Há ainda um prêmio que reconhece as melhores campanhas de marketings para uma marca de conteúdo noticioso e outra dedicada a projetos de engajamento de audiências jovens. As outras categorias são Best News Website or Mobile Service, Best in Lifestyle, Sports, Entertainment Website or Mobile Services, Best Use of Online Video (including VR), Best Data Visualization, Best Digital News Start-up e Best in Social Media Engagement.

O próximo evento regional ocorre no Rio de Janeiro, em novembro, e é a primeira vez que a premiação é realizada no Brasil. Para Bonilla, esse fato tem uma simbologia particular, pelo fato de ser a maior indústria de mídia do continente, também em enfrentando o desafio de uma intensa transformação digital; e pelo enfrentamento político que muitos publishers vem travando, num contexto ampla distribuição de fake news por autoridades e ameaças de cerceamento à imprensa. O prazo para inscrições de trabalhos para o Digital Media Latam termina na quarta-feira, 24.

*Uma versão anterior deste texto informava que o dealine para inscrição no concurso era na sexta-feira, 26

**Crédito da imagem em destaque: Leo Patrizi/iStock

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • rodrigo bonilla

  • WAN-Ifra

  • jota

  • grupo america

  • Inovação

  • criatividade

  • Conteúdo

  • digital

  • jornalismo

  • Monetização