AO VIVO

SAP NOW CX

José Vinagre e Bruno Nardon falam sobre o novo cenário digital, no evento SAP Now CX, a partir das 14:30

Prefeitura de SP aprova retorno do segmento cultural

Buscar

Mídia

Publicidade

Prefeitura de SP aprova retorno do segmento cultural

Cinemas, museus, teatros, casas de espetáculos, bibliotecas e galerias voltam com 60% da capacidade e 12h de funcionamento por dia

Thaís Monteiro
9 de outubro de 2020 - 15h02

Nesta sexta-feira, 9, Bruno Covas, prefeito da cidade de São Paulo, confirmou a retomada das atividades do setor cultural a partir do sábado, 10. Esse segmento inclui cinemas, museus, teatros, casas de espetáculos, bibliotecas, galerias e equipamentos multiculturais.

 

Cinemas articularam campanhas e programações para reabertura das salas como o movimento #JuntosPeloCinema (Crédito: Erik Witsoe/Unsplash)

Os estabelecimentos podem funcionar durante 12 horas por dia, com 60% da sua capacidade. O público pode ficar em pé com distanciamento de 1,5 metro. O uso de máscaras é obrigatório, bem como a compra antecipada de ingressos, com horários pré-agendados, além de controle de acesso e outros detalhes conforme os protocolos aprovados pela Prefeitura de São Paulo. Não é permitido, no entanto, grandes shows com público em pé, festas e baladas.

As redes de cinema já estavam articulando uma volta desde agosto pois, de acordo com o Plano São Paulo, de controle dos comércios e serviços conforme o avanço da doença, esses estabelecimento já poderiam funcionar em cidades na fase 3 por 28 dias contínuos. A capital paulista entrou na fase em 26 de junho, mas o prefeito decidiu adiar por recomendação da Vigilância Sanitária Municipal. Hoje, a capital e outros municípios entraram na fase verde.

A expectativa para a reabertura do cinema era grande pois São Paulo representa o maior polo exibidor do País e um ponto estratégico no plano das distribuidoras para decidir se um filme entrará em cartaz no cinemas do Brasil ou não.

Este semestre, associações e redes de cinema se uniram no movimento #JuntosPeloCinema, que criou campanhas e articulou uma programação de filmes para a reabertura das salas para atrair o público com filmes blockbusters e ingressos mais baratos.

**Crédito da imagem no topo: Denise Jans/Unsplash

Publicidade

Compartilhe