5G torna publicidade mais customizada e inovadora

Buscar
background - digital e omnichannel
Publicidade

Mídia

5G torna publicidade mais customizada e inovadora

Menor latência, maior quantidade de aparelhos conectados e dados possibilitarão comunicação imersiva, interativa e íntima

Thaís Monteiro
9 de novembro de 2021 - 7h55

O 5G dará um impulso para a aceleração de inovações que já estão em curso, como a conexão via aparelhos inteligentes, contribuindo para a internet das coisas, e explorações no campo da inteligência artificial. Na publicidade, a quinta geração de rede móvel possibilitará uma experiência de maior qualidade com o anunciante e as campanhas atingirem mais pessoas.

 

(Crédito: Marko Aliaksandr/Shutterstock)

O CTIO da TIM, Leonardo Capdeville diz o 5G pode contribuir com uma maior quantidade de dispositivos conectados e novos canais de interação com os consumidores, incluindo a partir do maior uso de soluções de internet das coisas, ou seja, resultará em novos canais para comunicar as mensagens publicitárias e mais audiência.

“O 5G não irá apenas ajudar na forma criativa, mas também na ampliação do alcance de audiência. Outro impacto será o crescimento da quantidade de dados trocados digitalmente, que podem permitir que os anunciantes conheçam melhor o seu público, respeitando, obviamente, todos os limites de segurança e privacidade”, prevê.

Além da maior quantidade de dispositivos, o CEO da Purple Cow, Marcelo Bernardes, acredita que o 5G melhorará o consumo de bateria, que resulta, então, em mais pessoas conectadas. Além disso, na perspectiva do executivo, a tecnologia vai elevar a experiência do público com a tecnologia para um novo patamar, pois com a latência diminuta, a experiência ficará mais fluida. Já com a coleta de dados, a relação entre marcas e consumidores ficará mais íntima.

“Todo esse trabalho vira dados, informações que poderemos explorar. Se o nosso trabalho é entender as pessoas e criar envolvimento delas com as marcas, com o 5G teremos não só muito mais informações, mas também muito mais ferramentas para criar cenários e jornadas mais interessantes e envolventes”, contextualiza.

Em termos de inovação, a tecnologia vai permitir uma maior interatividade e imersão, já que tornará mais prático o uso de realidade aumentada e inteligência artificial. “O 5G vai possibilitar que as marcas criem storytellings mais interessantes, fazendo estratégias cross device e omnichannels mais personalizadas. Estamos falando de um cenário com estratégias e possibilidades de ativação mais customizadas, que falam de forma mais direta com a audiência porque vão atender diretamente aos anseios de consumo dela”, opina Valérie Behr, country manager da DynAdmic.

As marcas poderão ampliar a oferta de conteúdos e narrativas para engajar o consumidor, o que tende a diversificar os formatos de ativação. A expectativa de Ana Raquel Hernandes, head do Yahoo Creative Studios, é que a tecnologia seja implementada em eventos híbridos, para gameficações, para o metaverso, e integração com e-commerce.

“No longo prazo, veremos alguns avanços importantes em coleta, processamento de dados e em inteligência artificial. Isso vai trazer uma melhora nos algoritmos, na customização da publicidade da criação e criatividade para o consumidor. Acredito que podemos chegar a criativos mais dinâmicos em formatos imersivos como, por exemplo, realidade aumentada e filtros. Também devemos ver mídia programática em ambientes gamificados, como Fortnite, Roblox e outras plataformas do tipo. Acredito que vamos ver, finalmente, a consolidação da internet das coisas. E isso vai possibilitar para o mercado de publicidade o surgimento de novos serviços, não só de novos espaços de mídia, como novos pontos de contato e pontos de coleta da jornada do consumidor”, descreve.

**Crédito da imagem no topo: Fit Ztudio/Shutterstock

Publicidade

Compartilhe

Veja também