Valioso aliado

Buscar
Publicidade

Opinião

Valioso aliado

Como o marketing digital pode ajudar o mercado de logística e entrega na aquisição de leads


6 de outubro de 2020 - 13h55

(Crédito: Alex Secret/iStock)

Um dos maiores desafios que as empresas de logística e entrega têm hoje é encontrar parceiros para aumentar o volume de negócios. Uma das formas que têm sido eficientes é buscar esse público no mundo online, por meio das estratégias do marketing digital. É um desafio, mas, com um bom planejamento, é possível desenvolver um trabalho com excelentes resultados.

Logo de cara, precisamos falar sobre o público que uma empresa de logística e entrega busca para alcançar esse aumento de volume de negócios. Diferente de e-commerces e varejo em geral, o foco é o B2B. É preciso criar engajamento com empresários, diretores e, inclusive, perfis de marcas que podem ser potenciais parceiras.

Isso não é uma tarefa fácil, já que é necessário trabalhar em muitas frentes para se ter um alcance alto o suficiente para impactar os negócios. Não basta elaborar campanhas com base em imagens atraentes e buscar um segmento de público muito amplo. Existem alguns passos que devem ser seguidos para que o trabalho gere bons frutos. Tendo em vista que já estabelecemos quem queremos atingir, partimos para a identidade visual, que precisa ser marcante. Isso depende mais da equipe de criação e diz menos sobre as estratégias de marketing digital em si.

Depois, é preciso pensar quais serão as frentes de ataque. Para isso, é fundamental que a marca já tenha presença digital, com site, blog e perfis nas redes, como Facebook, Instagram e LinkedIn. Além dos perfis corporativos, é preciso escolher ao menos um rosto que falará pela empresa nas redes sociais. O perfil corporativo e o pessoal precisam trabalhar em uníssono para que não haja ideias conflitantes e os conteúdos também não podem ser repetitivos.

Com a identidade visual pronta e definidos os perfis de redes que compõem a “voz” da empresa, chegou a hora de atingir o público. Para isso, uma ação eficiente é criar conteúdo como chamariz. O marketing de conteúdo é uma técnica que tem funcionado muito bem para o B2B. É nesse momento que o blog da marca tem a chance de brilhar, pois é nele que podem ser publicados textos sobre os segmentos que a empresa de logística quer atingir. Por exemplo: se você quer atingir o setor bancário, o blog é o lugar ideal para chamar executivos com conteúdos interessantes. Claro que as redes sociais também têm um papel importante neste processo, já que a marca deve ter um perfil próprio, para fazer presença e passar informações mais institucionais.

Ainda neste processo, o porta-voz escolhido da empresa tem a tarefa de obter credibilidade e alcançar gestores de empresas que podem ser clientes. É necessário organizar uma planilha de temas para publicação. Esses conteúdos devem passar os valores da empresa e demonstrar que tanto o porta-voz quanto e sua equipe entendem do mercado. Textos menos profundos podem ser publicados também, para ampliar o alcance e chegar nos líderes e c-levels, mas só isso não basta para aumentar as conversões.

Agora, já estamos na etapa final do processo e para o próximo passo (terceiro, não perca a conta), é hora de apostar nas ferramentas de performance. O Google Ads com base em custo por clique é fundamental para qualquer empresa de logística chegar ao cliente. É aí que a fase de conteúdo se faz importante, já que quanto mais sua marca for buscada de forma orgânica, melhor ela vai se posicionar no Google, jogando a sua página em posições melhores. O uso de ferramentas pagas para isso é importante, para automatizar a operação e otimizar os gastos. O Keyword Tool e o Google Trend são excelentes opções.

Enquanto é feito esse processo com objetivo de alavancar o site e o blog, é preciso dar um passo também para aumentar a projeção da marca nas redes sociais. Por isso a organização e a automação são tão importantes: para não se perder no caminho. Para o Facebook e Instagram, também existem ferramentas pagas que permitem a segmentação de público, como Facebook Ads, para que seu conteúdo seja direcionado para quem tem interesse nos serviços da sua marca. Para essa estratégia, o LinkedIn Ads é uma ferramenta fundamental.

Seguindo esse caminho, é possível chegar aos potenciais clientes. É um trabalho que exige paciência e constância. As empresas de logística ainda estão aprendendo a caminhar no marketing digital enquanto outros setores já estão correndo. O fato de a relação ser B2B atrasou o processo de encontrar leads, mas, conforme foram feitas tentativas e erros, os resultados passaram a aparecer e o marketing digital tem sido um valioso aliado para expandir, especialmente no cenário de isolamento que vivemos hoje.

*Crédito da foto no topo: iStock 

Publicidade

Compartilhe

Veja também