O poder de uma avaliação no e-commerce

Buscar
Publicidade

Opinião

O poder de uma avaliação no e-commerce

No Brasil, o e-commerce cresceu a galopes com a pandemia do novo coronavírus e a necessidade de distanciamento social, que afastou as pessoas dos pontos de vendas mesmo nos períodos fora de lockdown


18 de maio de 2022 - 14h00

(Crédito: Shutterstock)

Pense um pouco no seu hábito de navegação para compras online. Primeiro, você faz buscas sobre produto que deseja comprar ou serviço que quer contratar. Entra no site da empresa, lê as descrições e especificações, verifica o preço, compara com outras soluções semelhantes e avalia se está dentro das suas possibilidades financeiras, mas, antes de mandar o produto para o carrinho e fechar a compra, muito provavelmente você espia o que outros consumidores têm a dizer. Esse é um momento crucial.

No Brasil, o e-commerce cresceu a galopes com a pandemia do novo coronavírus e a necessidade de distanciamento social, que afastou as pessoas dos pontos de vendas mesmo nos períodos fora de lockdown. O relatório sobre comércio eletrônico elaborado pela Ebit | Nielsen indica que só em 2020 foram 13 milhões de novos consumidores, o que representa um crescimento de 23% em relação ao ano anterior. No mesmo ano de 2020, o e-commerce chegou à marca histórica de mais de R$ 87 bilhões em vendas.

Atenção ao pós-venda

Junto com o crescimento vertiginoso, vem a necessidade de se estruturar em termos de tecnologia e logística para atender aos desejos do consumidor e, mais do que isso, prestar atenção ao pós-venda mais do que nunca. É urgente a necessidade de se organizar para estimular o consumidor que já teve uma experiência com o produto a deixar suas impressões no site ou em plataformas como Google Meu Negócio e Trip Advisor, dependendo do segmento do negócio, para influenciar positivamente a decisão de outros consumidores.

A BrightLocal, empresa que oferece ferramentas para melhorar o SEO (Search Engine Optimization) de sites, divulgou em dezembro de 2020 uma pesquisa feita com consumidores americanos em que 87% dos entrevistados afirmou ler resenhas online para negócios locais e 94% sente-se mais inclinado a consumir produtos e serviços de empresas bem avaliadas. É inegável a importância de se criar estratégias para a obtenção dessas avaliações, não importa o tamanho do negócio.

Acredito que, organicamente, o mercado fará ajustes nesse ecossistema, aperfeiçoando cada vez mais toda a jornada de compra online. As avaliações fazem parte do pacote. O marketing boca a boca feito com empresas com uma base de consumidores reais bem estruturada pode ser um grande aliado nesse processo. Essas avaliações alavancam anúncios, potencializam SEO e contribuem com o KPI de conversão, no final das contas.

Publicidade

Compartilhe

Veja também