75% dos profissionais não conhecem MarTechs

Buscar
BACKGROUND 1600x465

Marketing

Publicidade

75% dos profissionais não conhecem MarTechs

Uso de tecnologia em marketing é importante para 96% dos executivos


29 de novembro de 2016 - 11h30

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

O DOT digital group, especializado em soluções digitais para Educação e Marketing, divulgou esta semana um estudo que mapeia a importância da tecnologia entre profissionais brasileiros. Para 96% dos profissionais de marketing no Brasil, o uso de tecnologia é essencial para conquistar consumidores, mas apenas 25% conhecem o conceito de “MarTech”: projetos de tecnologia associados à análise de grandes volumes de dados, para elaboração de campanhas de marketing customizadas e adaptadas em tempo real. 

O levantamento foi feito com 170 profissionais de marketing em empresas de pequeno, médio e grande portes, entre os meses de agosto e setembro. Para 41% dos profissionais, as ferramentas de marketing utilizadas hoje por suas empresas são insuficientes para atingir os resultados esperados.

Entre as principais barreiras para adoção destes projetos é a falta de verba, de acordo com 36% dos entrevistados, seguida do desconhecimento sobre os benefícios de MarTechs. Ainda, quase 10% dos entrevistados acreditam que a falta de habilidade, a resistência interna à mudança e desinformação são empecilhos para o desenvolvimento na área.

Ainda, 37%  dos entrevistados admitem que costumam buscar por novas ferramentas quando não atingem os resultados esperados. Somente 5% aportam mais de 50% das verbas para soluções tecnológicas, enquanto a grande maioria destina até 5% do orçamento. Já as prioridades para os próximos três anos são a análise e monitoramento competitivo, big data e fidelização.

Entre as ferramentas e serviços mais utilizados pelos entrevistados para ações de marketing estão redes sociais (31%), automação de e-mail marketing (29%), marketing de conteúdo (14%), análise de métricas digitais (13%), geolocalização (7%), uso de algoritmo de aprendizado de máquina (3%) e microtargeting (2%).

“Esse estudo confirma nossa percepção de que, apesar de o uso de MarTech ser ainda tímido no Brasil, os profissionais do setor começam a acordar para o fato de que o uso de tecnologias avançadas para análise de informações e comportamentos dos clientes representa um caminho sem volta para garantir os resultados das ações de marketing. Trata-se de uma tendência bastante difundida em países como Estados Unidos e que aos poucos começa a chamar a atenção das empresas no mercado brasileiro”, disse em comunicado Luiz Alberto Ferla, CEO do DOT digital group. 

 

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • big data

  • Luiz Alberto Ferla

  • MarTech

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”