Economia da atenção: como obter sucesso com o consumidor cada vez mais distraído e multitela?

Buscar
BG - Oracle

post patrocinado

Por

Economia da atenção: como obter sucesso com o consumidor cada vez mais distraído e multitela?

Herbert A. Simon, ganhador de um prêmio Nobel, abordou há 50 anos a teoria da “economia da atenção”, que mencionava que, com o infinito fluxo de informações, conseguir atrair a atenção dos consumidores seria um desafio. Os meios mudaram e, diferentemente dos anos 70, hoje competimos com as telas de smartphones, smartwatches e computadores. No entanto, o desafio segue o mesmo: entregar a mensagem certa, no canal e no momento certos e, assim, chamar a atenção dos consumidores. Confira quatro dicas para este cenário e saiba como as ferramentas de automação ajudam o marketing das organizações a prosperar.


2 de fevereiro de 2022 - 0h00

Com a massificação da internet, as organizações B2C de diferentes setores estão competindo pela atenção dos consumidores não apenas entre si, mas com qualquer pessoa que tenha um smartphone e uma propensão para criar e compartilhar conteúdo.

A equipe de marketing da sua empresa pode dedicar semanas para conceituar, desenvolver, produzir e publicar um vídeo de uma campanha incrivelmente inteligente, mas muitos espectadores o descartarão, uma vez que pesquisas apontam que um usuário móvel do Facebook dedica, em média, 1,7 segundo em cada conteúdo.

A acirrada competição pela atenção do consumidor

As pessoas encontram mensagens de marketing em todos os lugares, o tempo todo, pulando de tela em tela sequencialmente. Para ter sucesso na chamada “economia da atenção”, Herbert A. Simon disse: “Em um mundo rico em informações, a abundância de informação significa a escassez de outra coisa: a escassez do que quer que seja que a informação consome. E o que a informação consome é bastante óbvio: ela consome a atenção dos seus destinatários”. A teoria de Simon é de um mundo cheio de informações de 1971, que não se compara aos dias atuais, mas que traz soluções aplicáveis a qualquer época: você precisa atrair o interesse do consumidor com mensagens relevantes, contextuais e em diversos canais.

Quatro chaves para o marketing B2C em um mundo multitela

Organizações de todos os tamanhos adotaram plataformas de automação de marketing para que diferentes áreas estejam integradas, a fim de aumentar as vendas, facilitando, por exemplo, a colaboração entre as equipes de marketing e vendas em tarefas como analisar o ROI de marketing, fazer vendas cruzadas, além de gerar, alimentar e classificar leads.

Notavelmente essas plataformas possuem funcionalidades que economizam tempo e são uma forma econômica de alcançar os principais objetivos de marketing relacionados ao consumidor atual:

1. Saiba quem são seus clientes
Sete em cada dez consumidores preferem conteúdos e propagandas adaptadas aos seus interesses pessoais e hábitos de compra. Em um cenário onde muitos profissionais de marketing possuem uma visão incompleta do perfil do consumidor online, as plataformas de automação de marketing dão às organizações acesso a diversas informações sobre as preferências de compra de um cliente, histórico de compras e respostas às promoções. Com essas informações em mãos, o profissional poderá prospectar clientes com mensagens personalizadas.

2. Ofereça experiências personalizadas em vários canais
Acompanhar os clientes em tempo real por e-mail, em dispositivos móveis, na web e nas redes sociais é uma forma de compreender seu comportamento e oferecer a eles uma experiência personalizada.

3. Ser um especialista em dados é uma vantagem sobre os concorrentes
Muitas vezes, as organizações que não adotam a automação de marketing se encontram em uma situação de considerável desvantagem, já que suas equipes possuem dificuldade em coletar integralmente os dados e analisá-los. Nas plataformas de automação de marketing, todos os dados de perfil de clientes, de campanhas publicitárias e de departamentos ficam acessíveis em uma única plataforma, permitindo medir o desempenho das mensagens e ajustá-las conforme necessário.

4. Esteja sempre um passo à frente
Uma das principais vantagens da automação de marketing é que ela elimina tarefas manuais e repetitivas associadas a e-mails e outras campanhas publicitárias. Por exemplo, no pós-venda a automação de marketing permite que você se conecte imediatamente com o cliente para fazer vendas cruzadas e verticais.

As plataformas de automação de marketing estão ditando as regras, mas atenção: nem todas são iguais.

O Oracle Responsys é uma ferramenta para a transformação digital do marketing, com funcionalidades exclusivas e líderes de mercado que impulsionam as empresas. Um exemplo prático da ferramenta está na Petz, um dos maiores pet shops do Brasil, que aperfeiçoou a experiência do consumidor nas interações de marketing e ao longo da jornada de compra com a ferramenta de automação, aumentando o número de campanhas realizadas e multiplicando por cinco seu faturamento proveniente das ações de CRM.

Leia mais: Petz aperfeiçoa jornada do consumidor com o Oracle Responsys

A automação de marketing prova ser essencial para o sucesso das empresas e uma das melhores soluções para o desafio de conseguir a atenção dos consumidores multitelas, gerando mais leads, melhorando o direcionamento de mensagens e obtendo taxas melhores de conversão. Além disso, eles são capazes de analisar e medir mais facilmente suas campanhas de marketing e fazer ajustes rapidamente para obter retornos mais altos.

Sobre a Oracle
A Oracle oferece conjuntos integrados de aplicativos, além de infraestrutura segura autônoma. Com soluções em nuvem, como infraestrutura de TI, experiência do consumidor, CRM, RH, marketing, vendas e serviços para mais de 15 indústrias de segmentos variados, a Oracle possui mais de 400 mil clientes em mais de 145 países em todo o mundo.

Fontes: https://www.oracle.com/br/cx/marketing/campaign-management/, https://www.oracle.com/br/cx/marketing/automation/what-is-marketing-automation/ e https://www.oracle.com/br/a/ocom/docs/fy21258apt_ebook_apps.pdf

Publicidade

Compartilhe

Veja também