Acusada de racismo em anúncio, Dove pede desculpas

Buscar

Comunicação

Publicidade

Acusada de racismo em anúncio, Dove pede desculpas

Marca mostrou uma modelo negra se transformando em uma mulher branca para anunciar sua linha de sabonete líquido


9 de outubro de 2017 - 11h04

Anúncio postada pela marca gerou muitas críticas nas redes sociais (Crédito: Reprodução)

Em um post publicado em seu perfil oficial no Facebook nos Estados Unidos, a Dove pediu desculpas por um anúncio postado nas mídias sociais na última sexta-feira, 6, que gerou comentários negativos e muita polêmica ao longo do fim de semana. A retratação da marca, realizada no sábado, 7, não foi muito bem recebida pelas pessoas, que continuam criticando o tom da peça e questionando como a empresa da Unilever pode ter aprovado um anúncio com esse tom.

A peça, que divulgada o sabonete corporal de Dove, mostrava uma mulher negra tirando sua camiseta e revelando, por baixo, uma outra mulher, branca. Não demorou para que os primeiros sinais de estranhamento em relação à peça começassem a surgir. A situação ganhou mais peso quando influenciadores de maquiagem e beleza começaram a questionar a campanha, até que a marca decidisse fazer um pedido público de desculpas, no sábado.

Não está claro qual agência foi responsável pela criação da peça. Embora a Ogilvy & Mather será responsável por muitos dos anúncios publicitários da marca, a Unilever tem trabalhado com diversas outras agências para a construção de conteúdo para o digital, inclusive com uma house, a U Studios. Em comunicado publicado no Facebook e no Twitter, a Dove disse que o anúncio postado recentemente não representava a missão da marca em retratar a diversidade racial e pediu profundas desculpas pela ofensa causada.

Outro comunicado, enviado pela empresa de relações públicas da Dove, a Edelman, declara: “Como parte da campanha de Dove Body Wash, um vídeo de 3 segundos foi postado no perfil do Facebook da marca nos Estados Unidos. Isso não representa a diversidade da real beleza pela qual Dove é apaixonada e que é essencial para nossas crenças e não deveria ter sido produzido. Removemos o posto e não publicaremos nenhum outro conteúdo relacionado. Sinceramente e profundamente, pedimos desculpas pela ofensa que a peça causou e não toleramos nenhuma atividade ou imagem que insulte nossa audiência”.

A polêmica surpreende por envolver uma marca que, há 13 anos, trabalha o conceito da “real beleza” e procura direcionar suas mensagens publicitárias para um tom inclusivo, retratando a diversidade étnica e tentando quebrar os padrões de beleza pré-estabelecidos. A promessa da marca para seu aniversário de 60 anos, celebrados em 2017, era mostrar mulheres reais, em oposição a modelos e atores que geralmente estampam a maior parte das campanhas publicitárias.

Com informações do Advertising Age

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Dove

  • facebook

  • Polêmica

  • racismo

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”