O que a mais recente atualização no regulamento de privacidade da Apple significa para o seu aplicativo

Buscar

post patrocinado

Por Adjust

O que a mais recente atualização no regulamento de privacidade da Apple significa para o seu aplicativo


18 de setembro de 2020 - 10h57

No dia 3 de setembro, a Apple anunciou um período de extensão para a implementação das novas regras de privacidade para o iOS 14 e divulgou mais
detalhes sobre essas regras e uma nova versão beta do iOS 14.

Para os profissionais de marketing, a questão mais importante é a referente às novas regras de privacidade em relação ao IDFA, que estavam marcadas para entrar em vigor em setembro e não serão aplicadas até o início de 2021. O que nós devemos tirar de tudo isso? Utilize essa extensão para pesquisar e testar seu fluxo de consentimento para o AppTrackingTransparency – porém, não o implemente ainda, pois isso pode levar seus usuários a rejeitar desnecessariamente o rastreamento de anúncios. Esse atraso também dá um pouco mais de tempo para passar pelo checklist de tarefas que você deve considerar para se preparar para o framework AppTrackingTransparency. Para ajudá-lo a navegar por essas mudanças, o guia mais recente da Adjust explica tudo em detalhes e indica quais devem ser seus próximos passos.

Baixe agora o guia completo da Adjust para monetização de aplicativos mobile no iOS 14.

Assim que a Apple aplicar suas novas regras, os desenvolvedores de aplicativos precisarão pedir consentimento aos usuários por meio de um pop-up no aplicativo para poderem rastrear seus dados. Se o usuário que não aceitar o rastreamento, o IDFA dele voltará como uma série de 0s, ou seja, será completamente inutilizável. Por padrão, os usuários não aceitam o rastreamento assim que eles abrem o aplicativo. Quando a notificação é exibida, ele pode então decidir se aceita ou não o compartilhamento do seu IDFA por aplicativo – o que significa que o usuário pode decidir aceitar o rastreamento do Aplicativo A e negar o do Aplicativo B.

Essas mudanças afetarão especificamente o direcionamento de anúncios no ecossistema mobile. Retargeting, direcionamento por exclusão, segmentação, lookalike audiences e muitos outros dependem hoje do uso do IDFA. Por isso, essas mudanças podem gerar um efeito em cadeia na monetização de anúncios e aquisição de usuários.

Preparando-se para o iOS 14: Onde começar
Os anunciantes precisam começar a se preparar para as novas regras de privacidade, de modo a se sentirem confiantes e prontos para quando elas entrarem em vigor em 2021. Saber por onde começar pode ser difícil, por isso a Adjust dividiu tudo em 5 itens principais nos quais você precisa prestar atenção.

1. Revisão
Para dar largada, é importante que os anunciantes façam uma revisão interna completa sobre a utilizaçã atual do IDFA. Isso dará uma compreensão sólida sobre onde e como usá-lo, e como sua empresa pode ser afetada caso não tenha acesso a ele.

2. Consentimento
Feita uma revisão completa, o consentimento do usuário deve ser sua próxima prioridade. Afinal, se os usuários consentirem, você poderá retornar a uma atividade quase normal pré-iOS 14 – e ter taxas de consentimento altas se tornará uma ótima vantagem competitiva.

No momento, pouquíssimas pessoas acreditam que os usuários optariam por dar acesso ao seu IDFA com a mensagem que o AppTrackingTransparency irá introduzir. Os usuários são, compreensivelmente, cautelosos em compartilhar mais dados do que o necessário – especialmente se o pop-up fornecer pouco contexto sobre como esses dados serão usados.

Em vez de apenas usar o pop-up para pedir permissão, o aplicativo pode mostrar uma explicação do que acontecerá com os dados e por quê precisa deles. Hoje, muitos sites de notícias, por exemplo, perguntam aos usuários se eles preferem ter uma assinatura paga ou usar a versão do site sustendada por anúncios. O mesmo modelo é, sem dúvida, uma opção realista e viável para os aplicativos.

3. Reavaliando seu BI stack
Com ou sem consentimento, as mudanças no IDFA terão um grande impacto no funcionamento do seu BI stack. Certifique-se de que você está bem preparado examinando os conjuntos de dados que alimentam suas análises.

4. Aquisição de usuários
Quando se trata da aquisição de usuários, os profissionais de marketing devem usar este momento para conversar com seus parceiros de marketing a fim de planejar como prosseguir e alinhar o uso do IDFA na estratégia de targeting.

5. Monetização
Se os usuários não aceitarem o rastreamento, isso afetará significativamente sua capacidade de monetização – isto é, não haverá direcionamento comportamental do usuário com base em atividades anteriores no aplicativo, nem redes de retargeting dentro do seu waterfall. Dependendo do seu modelo de negócios, isso pode ter um grande impacto na sua RPM (Revenue per Mille). Para se preparar bem, recomendamos ter as mesmas conversas que você está tendo com seus parceiros de marketing com seus provedores de ferramentas de mensuração e/ou rede de monetização. Mais uma vez, o essencial aqui é ter uma noção sobre como eles devem lidar com essas mudanças.

Para obter um guia detalhado sobre como passar por essas etapas, se preparar para o iOS 14 e o novo regulamento sobre a privacidade do usuário da Apple, baixe agora o guia completo da Adjust para monetização no iOS 14.

Publicidade

Compartilhe