Hub omnichannel: a chave para efetividade de campanhas

Buscar

Brand Voice

APRESENTA

Hub omnichannel: a chave para efetividade de campanhas

americanas advertising impulsiona ROI com estratégia assertiva e first-party data de mais de 50 milhões de consumidores


26 de maio de 2022 - 0h00

Se antes a jornada de compra era linear, à frente de um consumo praticamente único a todos os consumidores, agora, o processo de aquisição de um produto ou serviço deixou de ser apenas online ou off-line. Uma pessoa, dentro de uma loja, pode conhecer melhor a mercadoria e, com um dispositivo móvel na palma da mão, pesquisar o melhor preço nos aplicativos de varejistas e, até mesmo, escolher receber o produto em sua casa. Pode, inclusive, praticar o caminho inverso: investigar o item de desejo na internet e finalizar a compra no ambiente físico. Para os profissionais de marketing, as estratégias multicanais assumiram protagonismo em planejamentos de comunicação.

Para atender à complexidade inerente a esse modelo, é necessário estar em contato com o consumidor em diferentes etapas da sua jornada. Criar uma narrativa que se complemente em cada etapa pela qual o cliente percorre ao longo de seu contato com as marcas tornou-se essencial.

 

hub americanas advertising reúne dados de consumo de mais de 50 milhões de clientes das marcas do Grupo americanas s.a.

hub americanas advertising reúne dados de consumo de mais de 50 milhões de clientes das marcas do Grupo americanas s.a.

Dessa forma, para as marcas que buscam efetividade em estratégias nesse formato, um hub de publicidade omnichannel é um grande aliado. Esse é o caso do americanas advertising, que reúne dados de consumo de mais de 50 milhões de clientes das marcas do Grupo americanas s.a. — Americanas, Submarino, Shoptime e Ame –, bem como insights comportamentais e inovação em formatos publicitários omnichannel, com o objetivo de gerar ainda mais resultados para uma campanha.

“O americanas advertising tem um papel fundamental para as marcas anunciantes divulgarem seus produtos com destaque, via projetos omnichannel que acompanham toda a jornada de compra dos consumidores, gerando conexão em todas as pontas, engajamento de maneira fluida e mais vendas. Viabilizamos espaços publicitários e estratégias de marketing em parceria com todos os e-commerces da companhia e lojas físicas da Americanas, ou seja, conseguimos construir planos integrados e completos”, destaca Bruno Tabosa, diretor do americanas advertising.

Online e off-line: complementariedade em ascensão
Não é somente para as marcas que uma estratégia omnichannel é vantajosa. Diversas estatísticas comprovam que as múltiplas possibilidades contribuem para uma melhor experiência de compra do consumidor. Um estudo realizado pela consultoria Manhattan Associates mostrou que 77% dos consumidores brasileiros desejam que as transações de compra desconectadas evoluam para uma experiência unificada. Ainda assim, apesar da demanda, apenas 20% das empresas brasileiras entrevistadas pelo levantamento tiveram a redução de atritos entre os seus canais de comunicação como prioridade.

Ao mesmo tempo, uma outra pesquisa — esta realizada pela Provokers — mostra que 96% dos consumidores, no Brasil, procuram o produto na internet, antes de realizar uma compra.

E, para 60% dos brasileiros, a pandemia da Covid-19 incitou o consumo híbrido — online e off-line — de mercadorias e serviços do varejo. Entre esse público, 16% realizaram suas primeiras compras online. Os dados são da All In e da Social Miner, que, em parceria com a Opinion Box, ouviram 1.079 pessoas no primeiro trimestre de 2021.

Os dados indicam que ainda há muito espaço para o crescimento do modelo de comunicação omnichannel no País, especialmente em setores de alta competitividade entre as marcas, como é o caso do setor de bens de consumo.

“Não podemos mais diferenciar consumidores online dos consumidores das lojas físicas, pois ambos os formatos têm influência na decisão de compra e, em alguns casos, inclusive são usados ao mesmo tempo. Essa forma de comunicação é uma resposta direta ao comportamento dos consumidores, que é o mesmo, a todo tempo: estão consumindo conteúdo online e off-line e respondendo aos estímulos de marcas”, afirma Tabosa.

 

Bruno Tabosa, diretor do americanas advertising

Bruno Tabosa, diretor do americanas advertising

Soluções personalizadas fazem Páscoa Lacta crescer 66%

Em 2021, a Mondelez teve sua maior Páscoa dos últimos dez anos. A empresa uniu-se ao americanas advertising para criar uma estratégia que ampliasse as vendas da marca Lacta. Agora, em 2022, repetiu a dose, só que ampliou o escopo e colheu ainda mais frutos. O número de pedidos na Páscoa aumentou em 66%, na comparação com o ano anterior. E a estratégia omnichannel esteve mais uma vez no centro dessa conquista.

Primeiro, 30 dias antes da data, o anunciante já começou a destacar os produtos Lacta em formatos estratégicos no site e no app Americanas. Em seguida, com a proximidade da data, a campanha ganhou um aporte maior de investimentos e intensificou o senso de urgência no público. Essa estratégia de antecipação fez com que a marca fosse sete vezes mais pesquisada do que no mês anterior.

Para interagir com o público, a b.creative, área de conteúdo da americanas s.a, criou um hotsite 3D, que simulou a experiência de uma cidade Lacta. Nela, era possível interagir de forma lúdica com os produtos e comprar os ovos, de forma rápida e prática. Já os consumidores que compraram chocolate Lacta no site ou no app americanas puderam relembrar a experiência de caça aos ovos com a plataforma Toca do Cashback, onde era possível buscar cupons que foram convertidos em cashback Ame, superapp da americanas s.a.

Já em estratégicas personalizadas físicas, por outro lado, a autoloja Ame Go, localizada no aeroporto RIOgaleão, foi envelopada para a Páscoa Lacta e incluiu uma área de exposição exclusiva para os produtos da marca.

Todas essas soluções foram acompanhadas de mídias patrocinadas no site, no app e na loja física. Assim, a marca foi capaz de unificar a experiência de compra: qualquer pessoa poderia escolher um produto Lacta, receber em casa em até três horas ou, então, retirar o ovo em uma das mais de 1800 lojas da Americanas. Isso aumentou o ticket médio em 44%, em comparação aos concorrentes, e representou um crescimento de 469% na taxa de conversão de mídia display.

“O sucesso dessa parceria passa, principalmente, pela conexão entre as áreas das duas marcas que, unidas, fizeram um esforço para integrar as ações, alinhar demandas e entregas e fortalecer o propósito. Essa conexão proporcionou um modelo de negócio humanizado para entregar a melhor experiência de compras para os consumidores”, diz Tabosa.

Confira toda a estratégia criada pelo americanas advertising para Mondelez:

 

Mais digital e mais inovador
Cada vez mais em linha com o crescimento do comércio eletrônico e próxima de novos formatos de anúncios, as soluções de retail media têm dado destaque aos grandes varejistas. O setor, com uma posição única nesse cenário, concentra os dados dos consumidores e coleta insights que podem fazer a diferença na efetividade de uma campanha.

O americanas advertising conta com ferramentas para todas as camadas do processo de venda — incluindo comunicação, logística, venda e relacionamento. Com isso, é possível construir estratégias integradas a todos os e-commerces da companhia e lojas físicas da Americanas. “Nossas soluções ajudam agências, indústrias e lojistas que já são vendedores na americanas marketplace a destacarem seus produtos e alavancarem suas vendas nos sites das marcas mais queridas do Brasil, por meio de soluções de publicidade no varejo, somadas a ações de cashback, por exemplo”, afirma Tabosa.

Publicidade

Compartilhe

Veja também