Nova pesquisa mostra grande adesão de CTV no Brasil e revela oportunidades para anunciantes

Buscar

post patrocinado

Por Magnite

Nova pesquisa mostra grande adesão de CTV no Brasil e revela oportunidades para anunciantes

Rafael Pallarés, Head of LATAM na Magnite

Magnite
23 de abril de 2021 - 22h17

Houve uma grande mudança na maneira que as pessoas assistem TV na América Latina. Novos serviços estão afastando telespectadores da TV linear e impulsionando o crescimento das plataformas de streaming.

A nova pesquisa da Magnite, CTV: Além do Futuro – LATAM, mostra o crescimento do engajamento em CTV dos três mercados da América Latina que estão liderando o segmento na região: Brasil, México e Argentina. Com o objetivo de ajudar os profissionais de marketing a atingirem seus objetivos estratégicos, entrevistamos pessoas entre 18-64 anos com acesso à internet e que assistem mais de uma hora de TV por semana.

Vamos ver com mais detalhes os principais fatores desse crescimento, a mudança no comportamento na maneira de visualização e o que a pesquisa nos mostra para o futuro da TV no Brasil.

O Alcance da CTV rivaliza com o alcance da TV linear

A adoção do streaming é alta em todo o mercado latino-americano, inclusive no Brasil. A pesquisa da Magnite descobriu que 91% do público brasileiro utiliza algum serviço de streaming pelo menos uma vez na semana, enquanto que 75% utiliza pelo menos um serviço diariamente. E o mais importante para os anunciantes, 80% dos usuários assistem conteúdos com anúncios (AVOD) semanalmente.

Alguns motivos para a adoção de CTV são a conveniência, a qualidade e conteúdo sob medida. 52% dos brasileiros entrevistados disseram que optam pelo streaming pois eles gostam da possibilidade de “pausar um programa e voltar para assisti-lo depois”, enquanto 45% “gostam de maratonar programas.”

Curiosamente, CTV fornece uma forma de as pessoas se conectarem socialmente. 63% das pessoas assistem programas com um parceiro ou cônjuge, em comparação, 55% na TV linear.

Telespectadores preferem streaming a TV tradicional, resultando numa visualização mais atenta do conteúdo e da publicidade veiculada

Entre os entrevistados, o streaming foi o método de visualização preferido, com 63% do tempo assistido de TV. Se os entrevistados pudessem escolher apenas um serviço, 82% deles manteriam os serviços de streaming, contra 18% que manteriam a TV tradicional. CTV é a escolha da audiência mais jovem, 69% dos entrevistados com idades entre 21-34 anos usam canais de streaming em primeiro lugar.

Enquanto utilizar TV tradicional é um hábito, o uso do streaming é uma escolha. A pesquisa da Magnite descobriu que 70% dos telespectadores assistem a TV tradicional por hábito. Por outro lado, 73% dos telespectadores assistem conteúdo por streaming porque sabem que “vão encontrar algo para assistir” e 62% preferem streaming pela “variedade de conteúdo.”

Reforçando o fato de que pessoas que assistem conteúdo via streaming o fazem com mais engajamento do que as pessoas que assistem conteúdo da TV linear, 85% dos entrevistados afirmam que “prestam mais atenção ao que estão assistindo.” Por outro lado, 62% dos telespectadores da TV linear admitem que usam outro dispositivo enquanto assistem um programa e 54% mudam de canal nos intervalos de um programa. Desta maneira, a TV conectada amplia a visibilidade da marca, com o público mais atento à programação e aos anúncios.

A alta receptividade à publicidade em plataformas AVOD ajuda a gerar um impacto comportamental

É nítido que a publicidade não impede a adoção da CTV na América Latina. Aliás, nossa pesquisa mostrou uma grande compreensão dos telespectadores sobre o valor da publicidade. 79% dos usuários de SVOD mudariam para o serviço de streaming com anúncios se ele estivesse disponível e 34% prefere assistir conteúdo gratuito e com anúncios.

Magnite - Anúncios não barram assinaturas - gráfico

Os usuários sabem que os anúncios tornam o serviço mais acessível. Por exemplo, 61% dos brasileiros concordam com a seguinte afirmação: “gosto da idéia que os anúncios deixam o serviço mais barato”, e metade dos entrevistados afirma que “não se importa em ver anúncios em streaming gratuitos”.

Enquanto isso, telespectadores preferem a publicidade relevante, tornando os anúncios direcionados uma vantagem em relação à TV tradicional. De acordo com a pesquisa, 86% dos telespectadores dão preferência aos anúncios relacionados ao programa que estão assistindo e 83% dão preferência aos anúncios relacionados aos seus interesses e hobbies.

A alta receptividade leva o consumidor à ação. 74% dos entrevistados pesquisam por produtos/serviços anunciados após a exposição. 59% discutiram os anúncios com alguém. Quanto à visibilidade da marca, 59% lembraram do anúncio mais tarde. Surpreendentemente, 63% compraram produtos/serviços anunciados.

Os resultados da pesquisa indicam a CTV como um caso sólido de crescimento estratégico. A CTV é o futuro da TV, fornecendo escala e alcance nivelados com a TV tradicional. Por fim, a CTV apresenta uma grande oportunidade para os anunciantes se conectarem com seu público alvo.

Publicidade

Compartilhe

Veja também