Consumidor no centro da evolução tecnológica

Buscar

Brand Voice

APRESENTA

Consumidor no centro da evolução tecnológica

NEOOH colhe frutos da digitalização de 90% do portfólio, amplia número de ativos e investe em inovação

  • A NEOOH caminha em direção à interatividade e explora dinâmicas gamificadas

    A NEOOH caminha em direção à interatividade e explora dinâmicas gamificadas

Slideshow


13 de abril de 2022 - 0h00

Entre as empresas de out-of-home (OOH) que almejam se manter relevantes, é unânime a consciência acerca da importância da digitalização do inventário. Essa transformação não é, no entanto, uma corrida com linha de chegada. Permanecer atualizada, valorosa e notável é mais complexo do que parece.

A inovação é um processo constante, e a jornada do consumidor, o centro de qualquer evolução tecnológica. No Brasil, esse peso é ainda maior, diante da alta lembrança de marca gerada pela mídia OOH: segundo dados da Kantar Ibope Media, 85% das pessoas foram impactadas por campanhas em out-of-home, ao longo de 2021— nos Estados Unidos, este índice foi de 55%; e, no Reino Unido, 60%. Em 2021, no País, o OOH recebeu R$ 1,69 bilhão das verbas dos anunciantes, o que representa 8,6% do total do bolo publicitário, de acordo com o painel divulgado pelo Cenp-Meios.

Para a NEOOH, empresa de mídia OOH com um inventário massivamente digitalizado — mais de 90% das telas! —, a evolução tecnológica se materializou em novas soluções a anunciantes, aquisição de uma desenvolvedora de games e ampliação do portfólio. “Durante o período de pandemia, investimos muito em tecnologia. Tivemos, em 2021, um resultado muito bom, superando o faturamento de 2019”, afirma Leonardo Chebly, CEO na NEOOH. Em 2022, o objetivo da companhia é dobrar o faturamento do ano passado.

Para alcançar as metas, a NEOOH conta com uma série de inovações proprietárias. Entre elas, uma ferramenta de interatividade, que, ao conectar smartphones da audiência à uma tela de led, permite, por exemplo, que o usuário participe de uma dinâmica gamificada. Lançado em março, na loja da Vivo do Shopping Morumbi, em São Paulo, o modelo funciona via leitura de QR Code, o que elimina a necessidade de baixar um aplicativo, diminui a fricção entre marca e consumidor e melhora experiência do usuário.

“A ferramenta abrirá infinitas possibilidades de troca de informações e conteúdo, de maneira natural e intuitiva. Nossos painéis digitais serão verdadeiras janelas de contato do mundo real com o virtual”, afirma Caroline Magalhães, chief marketing officer da NEOOH.

Carrefour: digital signage como aliado do varejo

A NEEOH, por meio do seu braço Founders, foi responsável pela digitalização da comunicação de 70 lojas do Carrefour. A parceria contempla comunicação interna e pontos de venda (PDVs). O projeto é dividido em diferentes canais dentro da loja, para comunicar aos clientes oportunidades em diferentes momentos da compra. Para implementar o modelo, é responsabilidade da Founders a manutenção de infraestrutura, hardware, software, gerenciamento, monitoramento, criação dos conteúdos, manutenção e backup.

 

A NEOOH está à frente da digitalização da comunicação de 70 lojas do Carrefour

A NEOOH está à frente da digitalização da comunicação de 70 lojas do Carrefour

São mais de 1,8 mil pontos de contato com os consumidores. Com eles, é possível segmentar conteúdos por canal, loja ou região e publicá-los instantaneamente, sem a necessidade de uma logística complexa e custosa de materiais impressos. Além das promoções do próprio Carrefour, as marcas de bens de consumo também passaram a figurar nas telas e, ao longo do ano, a indústria adotou a iniciativa. São seis patrocinadores máster.

“A sinalização digital para o varejo proporciona uma comunicação eficaz com o consumidor final e possibilita receitas extras para os estabelecimentos. Auxilia na prática de storytelling e propõe experiências dinâmicas, atendendo demandas de loja, indústria e clientes”, afirma Hugo Vieira, COO da Founders.

Conteúdo e realidade aumentada
Também em março, a empresa anunciou a aquisição de 30% da Aioros, uma empresa especializada em desenvolvimento de conteúdo de realidade aumentada e games. A operação se unirá à exibidora para ampliar a interação entre tecnologia e criatividade, a favor do anunciante. O objetivo é fazer com que a audiência mantenha um relacionamento com os produtos anunciados. Com uma solução de realidade aumentada, uma montadora pode transformar o saguão de um aeroporto em um showroom da marca.

Para Caroline, a chegada da Aioros ao portfólio da NEOOH será essencial à evolução do “Phygital OOH”. “A Aioros dá vida a novas ideias, por meio de novas tecnologias altamente disruptivas, e, com as novas soluções, o resultado será potencializador ao usuário impactado e ao nosso cliente”, explica a executiva.

A aquisição também ampliará a oferta da NEOOH para o virtual out-of-home (VOOH). Os painéis são inseridos dentro do contexto de um jogo, sem que haja qualquer interrupção do conteúdo e podem ser complementares à narrativa apresentada. Dessa forma, afirma a empresa, as taxas de rejeição são nulas, e as taxas de percepção de marca, maiores.

“A NEOOH é a primeira empresa de out-of-home a integrar as telas do mundo real com o OOH do mundo virtual dos games. Conectamos nossas milhares de telas em aeroportos, parques, terminais urbanos e rodoviários ao universo dos jogos eletrônicos. Nosso OOH uniu-se à publicidade em games, para oferecer mensagens integradas ao ambiente dos jogos”, afirma Delen Bueno, diretor comercial da NEOOH.

Aeroportos: portfólio em crescimento
A inovação é um dos caminhos para alcançar a meta de dobrar o faturamento da empresa em 2022. Porém, não é a única estratégia da NEOOH. A ampliação do portfólio também segue acelerada. São mais de 20 aeroportos e cem terminais rodoviários e urbanos em todo o País. Recentemente, essa lista ficou ainda maior.

A empresa conquistou a licitação comercial de uma das mídias aeroportuárias mais importantes, os fingers (pontes que ligam os portões às aeronaves) do Aeroporto de Congonhas, na capital de São Paulo. Também ampliou a atuação no Aeroporto Internacional de Brasília, o segundo mais movimentado do País. Nele, a empresa detém a exclusividade da mídia out-of-home em toda a área externa, atingindo todo o fluxo de embarque e desembarque de passageiros do terminal.

Tem mais: houve um acréscimo na presença da empresa no Aeroporto de Salvador — o principal aeroporto do Nordeste, com cerca de 8 milhões de passageiros por ano. Como operadora máster, foram adicionadas 25 telas de led de alta definição. E o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte recebeu novos pontos considerados de altíssimo impacto, para deixar o circuito interno e externo do aeroporto mais atrativo aos anunciantes.

“Com a ampliação dos ativos NEOOH, nossos anunciantes passam a ter uma maior cobertura na jornada do consumidor”, afirma Delen, da NEOOH.

Presença em parques públicos: um ponto de conexão
Além dos terminais dos aeroportos, a empresa inaugurou uma nova frente: os parques públicos da cidade de São Paulo. O principal ativo é o Parque Ibirapuera, que, em outubro de 2020, passou a ser uma iniciativa privada da Urbia. Em julho de 2021, a NEOOH tornou-se responsável pelas telas do espaço, um ponto de conexão entre a administração e os frequentadores. Nas telas, o parque divulga a agenda cultural, as regras de uso, a previsão de tempo e mais uma série de informações. Como era esperado, o modelo rapidamente atraiu anunciantes líderes de seus setores. Entre as marcas que estão no Ibirapuera, figuram nomes como Bradesco, Uber, Stellantis, Lenovo, C&A, HBO Max, Instagram, Netflix, Loft e Nike.

 

Em julho de 2021, a NEOOH tornou-se responsável pelas telas do Parque Ibirapuera

Em julho de 2021, a NEOOH tornou-se responsável pelas telas do Parque Ibirapuera

A NEOOH também administrará a mídia de outros sete parques da capital — Cantareira, Horto, Faria Lima, Lajeado, Eucaliptos, Jacintho Alberto e Jardim Felicidade. “Tanto os parques quanto os terminais são projetos que já estão consolidados. Porém, não paramos. Anunciaremos novos ativos em novas verticais, ao longo de todo o ano. Divulgaremos praticamente um novo ativo por mês”, diz Chebly.

 

Leonardo Chebly, CEO da NEOOH (ao centro), e os sócios da Aioros, Rafael Mendes (á esq.) e Rafael Araujo

Leonardo Chebly, CEO da NEOOH (ao centro), e os sócios da Aioros, Rafael Mendes (á esq.) e Rafael Araujo

A inovação do NEOOH Phygital Lab

Para divulgar todas essas novidades ao mercado, a empresa decidiu desenvolver o NEOOH Phygital Lab. É um espaço onde os clientes e as agências de comunicação podem ver, na prática, o que há de mais avançado no portfólio da empresa; e para que startups tragam, para a NEOOH, soluções que possam aumentar o passo da evolução tecnológica do out-of-home.

A iniciativa é um reflexo da expansão agressiva do time, com mais de 25 novas contratações em 2022. A equipe Comercial foi estruturada por Delen Bueno, novo diretor comercial do grupo, e Kleber Costa, que está à frente de novos negócios. Além de mudanças estratégicas dentro do time, Caroline Magalhães torna-se CMO, responsável pelas áreas de marketing, inovação e criação, mídia e novos canais, assumindo um papel estratégico com foco em ampliar a atuação e o relacionamento com clientes.

O NEOOH Phygital Lab é um desdobramento do NEOOH Connect, que, em 2020, inaugurou uma iniciativa de open innovation, com o objetivo de atrair e investir em ideias inovadoras para a evolução da indústria de OOH. Outro fruto desse movimento foi a aproximação da empresa com a climatech Moss. Juntas, elas fizeram da NEOOH a primeira exibidora de out-of-home no mundo a neutralizar a sua pegada de carbono. Para isso, a empresa é responsável pela conservação de áreas ameaçadas de desmatamento na Amazônia.

Saiba mais sobre a NEOOH
Assista à entrevista com o Leonardo Chebly, CEO da NEOOH:

Publicidade

Compartilhe

Veja também