O desafio geracional: como conectar boomers e alfas?

Buscar

O desafio geracional: como conectar boomers e alfas?

Buscar

post patrocinado

Por

O desafio geracional: como conectar boomers e alfas?

Tecnologia e nostalgia como ferramenta de campanha publicitária.


3 de junho de 2024 - 0h00

O desafio da conexão entre gerações é algo que cada vez mais marcas estão enfrentando. Como podemos unir boomers e alfas, que têm experiências e perspectivas tão diferentes, e conquistar ambos como consumidores de seu produto?

A resposta pode estar em algo que ambos se interessam: tecnologia e games.

Os boomers, nascidos entre 1945 e 1964, são uma geração de grande influência e poder de decisão, com muita história para contar. Já os alfas, nascidos entre 2010 e 2014, estão crescendo em um mundo de avanços tecnológicos rápidos, mas também enfrentando desafios como a pandemia e crises climáticas.

A chave para conectar essas duas gerações está em combinar tecnologia com elementos nostálgicos, criando algo que seja divertido e cativante para todos. É a ideia do “kidult”, que mistura diversão e nostalgia para criar algo único que foca na busca de produtos ou campanhas que tragam satisfação e disparam gatilhos de felicidade.

Um exemplo inspirador e direto no ponto é a campanha da Oreo, que se uniu ao clássico jogo Pac-Man. Consumidores na Irlanda puderam desbloquear jogos exclusivos ao comprar seis diferentes packs especiais de Oreo em colaboração com Pac-Man, e com a chance de ganhar prêmios incríveis. Essa conexão entre marcas icônicas mostra como a tecnologia pode unir diferentes gerações em torno de algo divertido e emocionante.

 

Outro exemplo é a campanha da Crocs nos EUA, que lançou o Jibbitz Customizer 3D Virtual, permitindo que os clientes personalizem seus próprios acessórios de maneira virtual, uma experiência moderna que atraiu pessoas de todas as idades.

Crocs Jibbitz Customizer: Da personalização no metaverso para a compra física

 

E no Brasil, a marca de cosmetologia Quem Disse, Berenice? inovou recentemente ao permitir que os clientes comprem batons usando moedas do TikTok, uma maneira divertida e interativa de se envolver com a marca e com a plataforma.

Compras Interativas com Quem Disse, Berenice? no TikTok

Compras Interativas com Quem Disse, Berenice? no TikTok

Além disso, o relançamento do Nokia 3210, o famoso ‘tijolão’, como apelidamos no Brasil, também é um exemplo incrível de como a nostalgia pode unir gerações. Esse foi provavelmente o primeiro celular dos boomers em seu momento, e agora, com sua repaginada e novos recursos, tem potencial de ser o primeiro celular das crianças também. Esse relançamento mostra como a tecnologia pode ser utilizada para conectar diferentes gerações, trazendo à tona memórias afetivas.

Esses exemplos mostram que, ao encontrar algo que ressoe em diferentes gerações, é possível criar experiências que todos possam desfrutar juntos, e os games, a tecnologia e a IA acabam sendo boas ferramentas para criar pontes e expandir o mercado de sua marca.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • O sonho do viral próprio

    O sonho do viral próprio

    Campanhas inovadoras que conquistaram o mundo fazendo o que toda marca quer: viralizar.

  • Marcas que subverteram a narrativa com inovações

    Marcas que subverteram a narrativa com inovações

    E por que você deveria estar pensando sobre isso?