Vivo concentra conta na Africa e Y&R

Buscar

Comunicação

Publicidade

Vivo concentra conta na Africa e Y&R

Operadora revisa modelo de atendimento off-line, mas diz manter “a relação estratégica com suas agências”

Bárbara Sacchitiello
25 de março de 2019 - 6h00

DPZ&T deixará de atender a conta da operadora a partir de abril (Crédito: Reprodução)

Desde 2015 trabalhando com três agências na publicidade off-line, a Vivo reduz suas parceiras e concentra sua verba na Africa e Y&R.

Com essa decisão, a DPZ&T deixa de atender a operadora a partir de abril. A parceria entre a agência e o anunciante era longa e surgiu ainda antes da fusão com a Taterka, quando a operação tinha o nome de DPZ. Entre diversos trabalhos, foi a DPZ a responsável pela campanha de substituição da marca Telefonica pela Vivo no Brasil.

Oficialmente, a operadora diz que “não está em processo de concorrência de agências publicitárias, mas tem conduzido algumas evoluções no modelo de atuação com seus parceiros de comunicação, mantendo a relação estratégica com suas agências”. O anunciante também trabalha com outras agências para o atendimento digital. como a Wunderman, responsável por boa parte das campanhas no ambiente online, e com a Cadastra, que cuida da comunicação digital de Vivo Fixo, B2B e SEO.

Há quatro anos, a operadora já havia reduzido de quatro para três a quantidade de agências parceiras, encerrando, na época, o contrato com a DM9DDB.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Agencias

  • concorrência

  • Conta

  • Africa

  • Y&R

  • Vivo

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”