Filmes online terão de pagar taxa da Condecine

Buscar

Últimas notícias

Publicidade

Filmes online terão de pagar taxa da Condecine

Apro comunicou as novas regras da Ancine às suas associadas


30 de maio de 2017 - 12h29

A instrução normativa nº 134, publicada no último dia 18 de maio pela Agência Nacional do Cinema (Ancine) traz mudanças para as produtoras brasileiras. Agora, elas passam a ser obrigadas a registrar as obras audiovisuais publicitárias veiculadas na internet e, também, a efetuar o pagamento da respectiva taxa da Condecine. Com isso, os comerciais publicados na internet passam a ter as mesmas obrigatoriedades que a Ancine já impõe aos filmes veiculados na TV e cinema.

A mudança na norma foi comunicada pela Associação Brasileira da Produção de Obras Audiovisuais (Apro) às suas associadas, ressaltando a importância de seguir as normas de compliance e respeitar a legislação.

Na opinião da diretora executiva da Apro, Sonia Regina Piassa, a regulamentação dos filmes publicitários veiculados na internet é muito importante pois o digital já corresponde a grande parte dos trabalhos das empresas do setor de produção.

Além da nova regulamentação a respeito das produções veiculadas na internet, a Ancine também fez algumas alterações na definição de produção publicitária voltada ao varejo e determinou que os filmes publicitários estrangeiros ficam obrigados a recolher Condecine antes de sua veiculação na mídia. Todos os detalhes da nova regulamentação estão disponíveis no site da Ancine.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Ancine

  • Apro

  • Audiovisual

  • Produtoras

  • filmes

  • Produção

  • Regras

  • regulamentação

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”

  • NIlton Tanabe

    Mais uma forma de tomar dinheiro do povo… não tá na hora de levantar e colocar um basta?

  • Inadepto

    Essa Ancine só burocratizando e complicando a vida das agências e produtoras. Todo mundo já trabalha com prazos apertados, e não tem tempo nem pessoal pra se dedicar a cumprir essas diversas exigencias exdrúlas. Muito fácil só redigir uma instrução e todo mundo que se esfole…