Pipeline Capital mapeia martechs e adtechs do Brasil

Buscar

Comunicação

Publicidade

Pipeline Capital mapeia martechs e adtechs do Brasil

Novo Scape Report da Pipeline Capital reúne 620 empresas relevantes dentro do universo de martechs e adtechs, onde performance e business intelligence se destacam

Amanda Schnaider
6 de julho de 2021 - 7h05

Anualmente, a Pipeline Capital desenvolve, junto a outras companhias, monitoramentos de empresas relevantes dentro do ecossistema de e-commerce, mídia, marketing e tecnologia, chamados de Scape Report. Nesta semana, a empresa, em parceria com o IAB Brasil, lançou uma edição que une, pela primeira vez, dois ecossistemas, os de martechs e adtechs, em um único mapa, que conta com 620 empresas únicas, divididas em sete categorias (adstack, support, creative suite, metrics, business intelligence, tech e social & activation) e 34 subcategorias.

 

Pipeline Capital mapeia 620 empresas únicas, divididas em sete categorias (crédito: ipopba/istock)

Pyr Marcondes, sócio da Pipeline Capital, explica que, na verdade, a empresa estava fazendo um mapa especificamente sobre martechs, quando percebeu que esses dois setores sempre conviveram e operaram de forma sinérgica no mercado. Além disso, no processo de desenvolvimento dessa edição do Scape Report, a Pipeline Capital também percebeu alguns insights, como a grende quantidade de empresas de performance, 145, no total. “Hoje em dia as empresas, de um modo geral, não conseguem mais viver sem ter indicadores de performance tecnologicamente mensuráveis”, argumenta Marcondes. Segundo ele, essa necessidade do mercado foi a responsável pela explosão de empresas focadas neste segmento.

No mapa, a área de performance aparece como uma subcategoria de adstack. Cadastra, Mirum, Enext, Criteo e Greenz são alguns exemplos de empresas que se encaixam nessa área. Thiago Bacchin, CEO da Cadastra, entende que durante a pandemia, o setor de performance evoluiu. “Todos os segmentos e indústrias aceleraram as transformações digitais como um todo. Quem já estava mais adiantado surfou uma onda maior e quem estava um pouco mais atrás teve que correr muito rapidamente. Então de uma forma ou de outra acabamos crescendo juntos”, comenta.

Assim como a performance, outra área que cresceu muito foi a de business intelligence. Essa categoria foi dividida em quatro subcategorias: data marketing, data science, CRM/marketing automation e loyalty/incentive. “Se hoje você não tiver cuidado com seus dados, gestão de dados, se não fizer os dados virarem insights para tomar decisões estratégicas, ajudarem você na conversão de vendas do seu negócio, se não usar de forma inteligente na área de mídia, por exemplo, você está deixando dinheiro na mesa, está deixando de otimizar a sua operação”, afirma Marcondes, sócio da Pipeline Capital.

Além do mapa de martechs e adtechs, a Pipeline Capital já lançou outros quatro monitoramentos: Adtechs, E-commerce, Screenscape e Rio Grande do Sul. Os coordenadores do report também estão preparando novidades em relação a recortes regionais. Atualmente, preparam um mapeamento das empresas de tecnologia e inovação do estado de Santa Catarina e outro sobre a região Nordeste. Além destes, também desenvolvem um relatório focado na América Latina, mas concentrado em comércio eletrônico.

Para fazer o download do mapa de martechs e adtechs brasileiro clique aqui.

**Crédito da imagem de topo: piranka/iStock

Publicidade

Compartilhe