União Europeia multa Google em US$ 1,7 bilhão

Buscar

Mídia

Publicidade

União Europeia multa Google em US$ 1,7 bilhão

Plataforma teria usado busca interna em sites para diminuir competição com plataformas de anúncios


21 de março de 2019 - 10h19

Crédito: Pixabay/Pexels

Por George P. Slefo, do Ad Age*

A União Europeia multou o Google em cerca de US$ 1,7 bilhão por violar leis antitruste. Essa é a terceira vez que a empresa recebe uma multa de entidades da UE. Juntas, elas chegam a aproximadamente US$ 9 bilhões. Todas as punições foram expedidas pelo Comissionado de Competição Europeia, dirigido por Margrethe Vestager.

Dessa vez, a multa foi por “práticas ilegais na venda de anúncios de pesquisa para cimentar sua posição dominante no mercado”, afirmou Vestager no Twitter. “Eles não deveriam fazer o que fizeram – isso negou aos consumidores escolha, produtos inovadores e preços justos”.

Esta última violação é focada no serviço AdSense para Pesquisa, no qual publishers, tanto grandes quanto pequenos, estavam restritos a trabalhar somente com o Google uma vez que eles colocassem a ferramenta de busca dentro de seu website, segundo a União Europeia. Se um blog de beleza, por exemplo, inserisse a função de pesquisa do Google dentro de seu site, e alguém que visitasse o site a usasse, eles seriam impactados com anúncios entregues pelo Google. Entretanto, publishers eram proibidos de trabalhar com outras plataformas de anúncios, como o Yahoo ou Microsoft, para veicular outros anúncios no resultado da pesquisa.

Em 2016, o Google tinha mais de 90% de market share na Europa, segundo a organização. Kent Walker, VP de assuntos globais do Google, afirmou que a companhia tem trabalhado com os reguladores europeus por mais de uma década, e afirma que o Google pretende atualizar seus produtos na Europa nos próximos meses.

“Sempre concordamos que mercados saudáveis e desenvolvidos são do interesse de todos”, afirmou Kent em um comunicado. ”Já fizemos uma série de mudanças em nossos produtos para atender aos pedidos da Comissão. Nos próximos meses, faremos ainda mais atualizações para dar mais visibilidade aos rivais na Europa”.

Em 2017, o Google foi multado em US$ 2,7 bilhões por violar leis antitruste em sua pesquisa e, no ano passado, foi multado em US$ 5 bilhões por usar o sistema Android par alavancar seus próprios aplicativos, que foi a maior multa da história de União Europeia.

*Traduzido por Salvador Strano

*Crédito da imagem no topo: PhotoMixLtd/Pexels

Publicidade

Compartilhe