WPP lança empresa focada em mobile

Buscar
Publicidade

Comunicação

WPP lança empresa focada em mobile

Mobile Unique Vision (MUV) é um spin-off da área de mobile business da Fbiz e será comandada por Marcelo Castelo, um dos sócios da agência


16 de novembro de 2015 - 1h13

Em 2002, a Fbiz desenvolvia seu primeiro projeto para a Telesp Celular, primeira empresa de telefonia celular do Estado de São Paulo que, dois anos depois, passaria a se chamar Vivo. A unidade de mobile business da agência, comandada por Marcelo Castelo, um dos cinco sócios, criou um game para os feature phones da época para estimular o uso de SMS, WAP e internet entre os 15 milhões de consumidores da operadora tinha na ocasião. Como resultado, a iniciativa atraiu 10% de toda a base de clientes. Desde então, essa área acabou ganhando proporções significativas para os negócios da Fbiz e, agora, a agência e a WPP anunciam o spin-off da unidade, batizada de Mobile Unique Vision (MUV).

Como líder da nova operação, Castelo deixa sua função executiva na Fbiz e passa a responder a Mark Read, CEO da WPP Digital. “Existem quatro bilhões de celulares no mundo. Somente no Brasil, são 160 milhões de usuários. A MUV chega com a proposta de conectar consumidor, operadora e anunciante de forma inovadora”, afirma Read. Segundo Castelo, a empresa irá se dedicar a estreitar o contato dos anunciantes com as quatro principais empresas de telefonia celular do País, Claro, Oi, TIM e Vivo. “Desde 2009, vínhamos percebendo muitas oportunidades de fazer projetos não só para operadoras, mas para anunciantes”, afirma. Há dois anos, a unidade, ainda parte da agência, começou a realizar projetos nesse sentido em outros países da América Latina, além de África e Ásia. Atualmente, há mais de 50 clientes em 45 países dessas regiões com campanhas em veiculação.

Um dos planos da MUV é, inclusive, inaugurar escritórios nos continentes africano e asiático, nos próximos dois anos. “Nosso foco são os países emergentes, que ainda possuem uma base significativa de usuários de celulares pré-pagos. Porém, não descartarmos a possibilidade de fazer trabalhos para o mercado norte-americano”, diz Castelo. Segundo o executivo, a empresa, que já conta com escritórios em São Paulo e Miami, encerra o ano com crescimento de 200% em relação ao ano anterior, atingindo faturamento de R$ 70 milhões. O lançamento da MUV no mercado brasileiro é marcado pelo projeto desenvolvido para a Netshoes, que estreou no início de novembro. Quase metade (46%) dos acessos ao site do e-commerce ocorre via mobile, que também é responsável por 20% da receita da companhia. Para impulsionar o tráfego e a conversão de vendas, a varejista passa a permitir que os usuários naveguem pelo endereço ou pelo app da loja sem consumir dados da franquia, seja pré ou pós-paga. “Isso é importante em um país como o nosso, porque os dois tipos de planos não possuem navegação ilimitada”, afirma Marcelo.

“Com isso, os clientes entram no site Netshoes com receio de finalizar a compra para não acabar o plano”. Durante três meses, Castelo e Márcio Kumruian, fundador e CEO da Netshoes, fizeram a proposta para as quatro operadoras e, depois de três meses, o projeto estava pronto para ser implementado.Para Bruno Couto, head de comunicação e marketing do Grupo Netshoes, a parceria é uma maneira de fidelizar ainda mais o cliente das lojas Netshoes e Zattini. “O mobile já representa uma realidade para nosso negócio, então queremos oferecer ao nosso cliente a melhor solução para esse ambiente”, conta. 

wraps

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Beel Films expande atuação com filial nos Estados Unidos

    Beel Films expande atuação com filial nos Estados Unidos

    Produtora especializada em entregas de digital acaba de abrir escritório em Miami, onde deve centralizar atendimento de multinacionais

  • Após 12 anos, Grupo Amil retoma agência in-house

    Após 12 anos, Grupo Amil retoma agência in-house

    Grupo de saúde reativa as atividades da Promarket, que foi responsável pela publicidade e comunicação do grupo de 1980 até 2012