Publicidade global deve crescer 10,4% em 2021

Buscar

Comunicação

Publicidade

Publicidade global deve crescer 10,4% em 2021

Dentsu Ad Spend Report aponta recuperação da indústria da comunicação; no Brasil, projeção de crescimento é de 8,8%


21 de julho de 2021 - 16h16

Mesmo com a pandemia que ainda afeta alguns mercados em todo o mundo, o mercado publicitário deverá ter um desempenho positivo em 2021. De acordo com o mais recente Ad Spend Report, relatório elaborado pela Dentsu, o investimento global em publicidade deverá alcançar a marca de US$ 634 bilhões, em todo o mundo, neste ano. O montante é 10,4% maior do que o do ano passado.

(Crédito: iStock/ Mind and I)

O relatório leva em consideração as transformações impostas pela pandemia, que acelerou a digitalização da indústria e impôs diversos desafios ao mercado de comunicação. Segundo a pesquisa, mercados mais desenvolvidos, como Estados Unidos, Canadá, Austrália e Reino Unido, devem ter taxas de crescimento mais altas do que as registradas antes da pandemia, o que representa uma retomada dos investimentos em comunicação. O mesmo deve acontecer na Índia, segundo o relatório. Para o Brasil, a expectativa é de que os investimentos em publicidade cresçam 8,8% em 2021, na comparação com o ano anterior.

O Ad Spend Report também aponta que a queda nos negócios publicitários ocasionada pela pandemia da Covid-19 acabou sendo menos severa do que o previsto e gerou algumas tendências que prevalecerão na indústria. A principal delas foi o aumento do investimento no digital, que deverá alcançar o montante de US$ 311 bilhões em 2021, o que representa um crescimento de 15,6% em relação a 2020. O digital, inclusive, deve responder por 50% dos investimentos globais feitos em publicidade.

O relatório também aponta uma previsão de crescimento para publicidade em Social (23%), Vídeo (17%) e Search (16,3%). Juntos, esses formatos digitais deverão responder por US$ 110 bilhões dos investimentos feitos em publicidade ao longo do ano.

Outro ponto destacado no relatório é a previsão de que a maior parte dos canais de mídia recupere os investimentos do período pré-pandêmico. A exceção a essa recuperação são as mídias impressas, que devem encerrar 2021 com um declínio de 4,4% nos investimentos publicitários, em âmbito global. Bastante afetados pelas medidas de restrição impostas pela pandemia, o Cinema e a mídia OOH devem recuperar o ritmo de negócios do período anterior à pandemia, de acordo com o relatório da Dentsu. Globalmente, o Cinema deve crescer 35,1% e a mídia OOH, 14,6%.

O relatório também pontua que os investimentos em publicidade na TV aumentarão impulsionados, sobretudo, pelos grandes eventos realizados no ano, como os Jogos Olímpicos e a Eurocopa, que costuma atrair grande audiência – e, consequentemente, anunciantes. Segundo o Ad Spend, os investimentos em publicidade na TV crescerão 7,1% no ano, chegando ao valor de US$ 188,4 bilhões. Esse valor, contudo, ainda está abaixo do registrado no período antes da pandemia. O estudo também aponta uma tendência maior para o direcionamento das verbas às TVs conectadas e às plataformas over-the-top (OTT).

Publicidade

Compartilhe