CNN define suas sedes no Rio e em Brasília

Buscar

Mídia

Publicidade

CNN define suas sedes no Rio e em Brasília

Em um vídeo com o apresentador Evaristo Costa, âncora do canal, emissora também anunciou que começará a operar em março no País

Teresa Levin
19 de novembro de 2019 - 6h00

CNN já havia anunciado sua sede no Rio há alguns dias (Crédito: Divulgação)

A CNN começa a definir detalhes de sua chegada ao Brasil. Em um vídeo com o jornalista Evaristo Costa, ex-âncora da Globo, a emissora anunciou que começará a operar em março no País. Além disso, após divulgar a abertura de sua unidade no Rio de Janeiro há alguns dias, comunica agora o formato de sua operação em Brasília.

Na capital federal, a CNN ficará  instalada em uma área de quase mil metros quadrados no Edifício Palácio da Agricultura, na Asa Norte. O local fica a 2km do Congresso Nacional, do Supremo Tribunal Federal, do Palácio Itamaraty e do Palácio do Planalto. Ao todo, mais de cem profissionais trabalharão na CNN Brasília em um espaço que contará com estúdios envidraçados para a transmissão da programação. Por sua vez, na capital fluminense, ela ocupará uma área de mais de 400 metros quadrados que contará com um estúdio com vista para o Pão de Açúcar e os Arcos da Lapa.

A primeira operação da CNN no País foi aberta de forma temporária em São Paulo, em maio deste ano, inicialmente com 65 profissionais. A operação da emissora no Brasil é comandada pelo CEO Douglas Tavolaro, que deixou a Record TV no início do ano para se dedicar ao projeto. Entre os nomes já divulgados para compor a equipe da CNN estão os jornalistas William Waack e Monalisa Perrone, além de Evaristo Costa. Ainda sem data definida para a estreia,  o canal de notícias 24 horas estará disponível a partir de março para assinantes da TV paga e também nas plataformas digitais.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • william waack

  • Evaristo Costa

  • Monalisa Perrone

  • Douglas Tavolaro

  • Record

  • CNN

  • televisão

  • jornalismo

  • notícia

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”