Vagas para amigos!

Buscar
Publicidade

Ponto de vista

Vagas para amigos!


1 de junho de 2011 - 12h48

Responda rápido: quantos amigos você tem no Facebook ?
Se você sabe a resposta assim, de bate-pronto… bem, precisamos conversar.
A menos que você use o Facebook de forma profissional, e seja avaliado por “seguidores”, essa resposta deveria ser irrelevante.
Por quê antes do Facebook ninguém saía por aí perguntando “quantos amigos você tem ?” e agora, sem mais nem menos, isso parece ser tão importante para algumas pessoas ? A verdade (ou pelo menos a minha verdade) é que isso não é.
Dessa gente toda que você tem na sua lista, quantos você teve qualquer contato no último ano ? Nos últimos 5 anos ? 10 anos ?
Claro que uma das grandes vantagens das mídias sociais é reestabelecer o contato com os amigos do colégio ou do clube que, por qualquer razão, nunca soubemos onde haviam ido parar… Mas quantos desses você realmente quer que saibam que você acaba de fazer o check in no Bracarense (pela quinta vez esta semana), que você esta num relacionamento com a Flavia, ou que você gosta do Duran Duran (desculpe-me pela nostalgia e pela entrega da idade) ?
Sem que você perceba, tem um monte de gente escutando histórias que não foram escritas para eles.
Se isso está bem para você, tudo bem. Pode parar de ler por aqui. Até mais.
Caso contrário…
Uma prática que acho saudável, e que uso com frequência, é a de separar os contatos pessoais, deixando-os no Facebook, e os profissionais, direcionando-os para o LinkedIn.
Basta informar àquela pessoa (desavisada) que te encontrou uma vez na vida no evento de marketing ou veio apresentar uma proposta sei lá quando, que você só usa o Facebook para seus contatos pessoais, e que terá prazer em conectar-se via LinkedIn.
Sempre que fiz isso, as pessoas encararam de forma natural, e acabei ganhando um bom contato de trabalho.
Com o tempo, e com a amizade, alguns foram promovidos a amigos de verdade e ganharam espaço no Facebook.
Há alguns meses fiz uma faxina na minha lista de “amigos” do Facebook e me desconectei dos que não eram amigos nem no mundo offline. De todos eles, uns 2 ou 3 notaram e mandaram um novo convite, que aceitei prontamente. Se tiveram esse trabalho, é que eu me enganei mesmo.
Os outros nāo perceberam porque deviam estar muito ocupados, contando quantos amigos eles ainda tinham nas suas listas.
Pra você que chegou até aqui: coragem ! Reveja aquela lista hoje mesmo.

PS: Se decidir me desligar, sem mágoas. Nos vemos no LinkedIn.

* Ricardo Fort é diretor global de marcas da Danone França

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Pixbet e Flamengo ampliam contrato com valor recorde

    Pixbet e Flamengo ampliam contrato com valor recorde

    Novo contrato poderá render R$ 470 milhões até o final de 2027, o que representa o maior contrato de patrocínio da história do time

  • L’Oréal Paris leva pautas sobre equidade para Cannes

    L’Oréal Paris leva pautas sobre equidade para Cannes

    Como esforço de marketing para construção de marca, o grupo L'Oréal tem reforçado seu interesse em pautas sobre diversidade, feminismo e gênero