Campanhas contam histórias de refugiados

Buscar

Comunicação

Publicidade

Campanhas contam histórias de refugiados

“#GenteDaGente”, da SunsetDDB, e “Refugiados de Dante”, da Artplan, aprofundam o tema sob diferentes perspectivas

Isabella Lessa
2 de julho de 2019 - 17h07

Uma das imagens que compõem a campanha “Refugiados de Dante”, da Artplan para Médicos sem Fronteiras (Crédito: Divulgação)

Duas campanhas de agências distintas, com olhares diversos, sobre a mesma questão: nesta semana, tanto a SunsetDDB quanto a Artplan veicularam peças sobre as difíceis realidades que os refugiados têm de enfrentar não só ao saírem de suas terras natais, mas também nos países aos quais recorreram.

Campanha da SunsetDDB para a Acnur (Crédito: Divulgação)

Criada para a Agência da Onu para Refugiados (Acnur), “GenteDaGente” busca desmistificar os estereótipos negativos que rondam os refugiados, como a ideia de que são terroristas ou fugitivos. A SunsetDDB escolheu retratar que a vida de cada uma dessas pessoas é muito semelhante às de indivíduos que não precisaram de refúgio ao contar a trajetória de alguns personagens reais. De acordo com a diretora de criação Carla Cancellara, as peças têm o objetivo de trazer a percepção de identidade e provocar o sentimento solidário no público. “Na prática, essa solidariedade que é o manifesto de apoio aos refugiados que pode ser assinado por qualquer pessoa que queira se engajar causa dos refugiados”, afirma.

A comunicação conta histórias como as do venezuelano Carlos, jornalista de 35 anos, e Lúcia, de 21 anos, estudante e refugiada da República Dominicana do Congo. Hoje, mais de 11 mil refugiados vivem no Brasil.

Já a Artplan, em projeto para Médicos Sem Fronteiras (MSF), recorreu a ilustração clássica de “A Divina Comédia”, de Dante Alighieri, para traçar um paralelo entre a obra do poeta italiano do século 14 e a dura realidade dos refugiados ao redor do mundo, em pleno século 21. Com fotos atuais de pessoas e situações onde o MSF atua, a comunicação mostra que a realidade pode ser pior do que a ficção. Segundo Alessandra Sadock e Daniela Ribeiro, diretoras de criação da Artplan, “Refugiados de Dante” começou com um pôster e o site, no qual é possível ver a origem de cada uma das imagens e a história de cada refugiado atendido pelo MSF.

Confira os filmes das duas campanhas:

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Artplan

  • ACNUR

  • SunsetDDB

  • GenteDaGente

  • Médico Sem Fronteiras

  • Refugiados de Dante

  • Agência da ONU para Refugiados