Publicidade brasileira conquista 36 troféus no D&AD 2021

Buscar

Comunicação

Publicidade

Publicidade brasileira conquista 36 troféus no D&AD 2021

País tem melhor resultado desde 2015, com destaque para a Africa, terceira agência mais premiada do festival

Renato Rogenski
27 de maio de 2021 - 20h33

Campanha “Let her Run”, da Africa para a SporTV, conquistou 4 Lápis no festival (1 de Grafite e 3 de Madeira) (Crédito: reprodução)

Nesta quinta-feira, 27, o festival D&AD finalizou a etapa de premiação de sua edição 2021. No total, foram distribuídos 664 Lápis, tradicional troféu da publicidade mundial, para cases de todo o planeta. As agências brasileiras terminaram a competição com 36 trabalhos premiados, sendo 4 Lápis de Ouro, 13 Lápis de Grafite e 19 Lápis de Madeira. Com AlmapBBDO e Havaianas, o Brasil ainda conquistou a premiação especial Collaborative Pencil, que prestigia relacionamentos sólidos e duradouros entre clientes e agências

O resultado colocou o país no top cinco dos mais premiados, abaixo de Estados Unidos, Reino Unido, França e Austrália. Também é o ano brasileiro com maior volume de troféus desde a edição 2015, quando a publicidade do País conseguiu 44 Lápis. Destaque para a Africa, que conquistou 16 prêmios, sendo 1 Lápis de Ouro, 6 Lápis de Grafite e 9 Lápis de Madeira. Tal desempenho posicionou a agência entre as três mais premiados do festival, atrás apenas da AMV BBDO de Londres e a Publicis Itália.

Outros prêmios do Brasil vieram para as agências AKQA (8), BETC (4), AlmapBBDO (4), VMLY&R (1), GUT (1), Leo Burnet Tailor Made (1) e Tátil (1). No contexto geral, apenas três campanhas mereceram o Black Pencil, prêmio máximo do festival. São as campanhas “#wombstories”, da AMV BBDO para Essity, “Boards of Change”, da FCB Chicago para a Cidade de Chicago e “True Name”, da McCann New York para a Mastercard.

#wombstories

Boards of Change

True Name

*Credito da imagem de topo: audioundwerbung/iStock

Publicidade

Compartilhe