99 pede o fim do preconceito com mulheres na direção

Buscar

Marketing

Publicidade

99 pede o fim do preconceito com mulheres na direção

Em parceria com a Peita, aplicativo lança a camiseta com o dizer "Dirija como uma garota"

Amanda Schnaider
20 de março de 2019 - 18h44

As camisetas são feitas em parceria com a Peita, marca curitibana que promove o empoderamento feminino em suas estampas (Crédito: divulgação)

A 99 em parceria com a Peita, marca curitibana de camisetas que promove o empoderamento feminino em suas estampas, anunciam o lançamento de camisetas com a frase “Dirija como uma garota”. A peça está disponível exclusivamente para as condutoras do aplicativo, com o intuito de acabar com o preconceito relacionado a mulheres na direção.

De acordo com a plataforma, a camiseta será divulgada oficialmente no próximo sábado, 23, em um evento para motoristas na Casa99 de Curitiba, que fica localizada na Rua Pasteur, 463, no bairro Batel. Além disso, segundo a 99, as condutoras de outras seis cidades – Curitiba, Porto Alegre, Brasília, Goiânia, São Paulo e Belo Horizonte – também receberão as camisetas.

O lançamento faz parte da programação de treinamentos e palestras periódicas que a empresa realiza por todo o Brasil. Durante o mês de março, essas ações foram destinadas ao público feminino em homenagem ao mês da mulher. De acordo com a assessoria da empresa, cada localidade teve uma agenda própria considerando as necessidades e preferências das motoristas parceiras naquela região.

“Em São Paulo, por exemplo, identificamos através de uma pesquisa que segurança era um tema de interesse entre as condutoras. Preparamos uma agenda especial sobre o tema com a diretora de segurança da 99, Vanessa Pestana. Já em Curitiba, finanças para mulheres e direção evasiva foram os temas escolhidos”, informou a assessoria.

Não é a primeira vez que a 99 promove a segurança das mulheres e de todos os motoristas e usuários da plataforma. Em fevereiro deste ano, a empresa lançou uma ferramenta rastreadora de comentários para identificar denúncias de assédio dentro do aplicativo. O sistema lê os comentários deixados após o término das corridas, identifica palavras que podem ter alguma relação com assédio e, depois, uma equipe checa essas informações e toma as devidas providências, que podem incluir bloqueio e suporte para investigação policial.  Além do app, as denúncias podem ser feitas através do telefone 0800-888-8999. Caso o assédio seja contra mulheres, o atendimento é prestado somente por profissionais mulheres.

Ainda em 2017, a 99 se uniu a Natura para promover o empoderamento feminino e estimular o espírito empreendedor. Na ocasião, a iniciativa abriu 200 vagas na cidade de São Paulo para que consultoras de beleza da marca de cosméticos se tornassem motoristas do 99POP, e condutoras virassem consultoras de beleza.

*Crédito da imagem no topo: Reprodução/ Site 99

 

 

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • 99

  • Peita

  • Ação

  • Mulheres

  • assédio

  • Direção

  • Dirija como uma garota

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”