Fox assume dificuldades

Buscar

Mídia

Publicidade

Fox assume dificuldades

Canal estreia no próximo dia 5 e ainda não fechou com nenhuma distribuidora e, no início, não terá anúncios na grade

Padrão do site
23 de janeiro de 2012 - 3h39

A Fox Sports convocou a imprensa para anunciar o time de apresentadores, narradores e repórteres e, simultaneamente, criou um anticlímax ao não anunciar nenhuma novidade: o canal ainda não fechou com nenhuma operadora para entrar no line-up no lugar do Speed, que também é um canal do grupo; não fechou cotas de patrocínio; e não admitiu a compra do BandSports, conforme anunciado com exclusividade pelo Meio & Mensagem (leia mais aqui).

O presidente da Fox International Channels para a América Latina, Carlos Martinez, admite apenas que há negociações em andamento para coprodução de conteúdo, no caso da Band e de outros parceiros, não citados nominalmente. “Estamos buscando oportunidades com diferentes produtores e falando com todo mundo. Mas, não existe nada fechado”, afirma o executivo. A notícia do Meio & Mensagem teve forte repercussão nas redes sociais e na mídia nacional e internacional. Entre outros, The Wall Street Journal, Fox Business, Nasdaq e Dow Jones replicaram a informação.

Os executivos da Fox Sports no Brasil desconversaram sobre a eventual aquisição e voltaram a falar apenas em acordos de conteúdo. No entanto, sabe-se que as negociações entre as empresas de Rupert Murdoch, proprietário da News Corp., que controla a Fox, e da família Saad, do Grupo Bandeirantes, que controla o BandSports, prosseguem. Conforme apurado pelo Meio & Mensagem, o valor da aquisição pode chegar a R$ 100 milhões e, entre outras cláusulas, o elenco esportivo da Band ficaria impedido, no médio prazo, de assumir funções executivas no canal de esportes da Fox.

No próximo dia 30, a Fox Sports deve fazer nova apresentação no Rio de Janeiro (RJ) e, provavelmente, divulgar as primeiras operadoras que carregarão o sinal da Fox Sports (no Speed). O vice-presidente sênior e diretor geral para o Brasil da Fox, Gustavo Leme, diz, a título de hipótese, que, de cinco operadoras (entre Net, Sky, Telefônica/TVA, GVT TV, Via Embratel, por exemplo), ao menos três operadoras fecharão com a Fox Sports para transmitir o sinal do canal na estreia, em 5 de fevereiro. A BandSports está disponível no line-up da Net, Sky, Telefônica/TVA, GVT TV, Oi TV, CTBC TV e, ainda, por parabólica. Leme afirma também que, ao entrar no ar, o Fox Sports não terá anúncios. A grade será preenchida com os programas e eventos esportivos e terá publicidade institucional dos próprios canais do grupo no Brasil. A Fox do Brasil tem uma dezena de canais em operação no País.

Programação

A principal atração do Fox Sports é a Copa Santander Libertadores da América. O canal também detém os direitos da Copa Bridgestone Sul-Americana e, no segundo semestre, transmitirá a Premier Barclays League (campeonato inglês). Está programada, ainda, a exibição de modalidades como basquete, vôlei, automobilismo e tênis. O canal terá programas diários e semanais, entre os quais o telejornal Central Fox, Parada Fox e o dominical Fox Sports Show. O vice-presidente e responsável pelo Fox Sports no Brasil, Eduardo Zebini, afirma que o canal terá mais de 2,5 mil horas de conteúdo exclusivo.

wraps

Publicidade

Compartilhe