Glenn Greenwald lança seu site independente

Buscar

Mídia

Publicidade

Glenn Greenwald lança seu site independente

The Intercept é primeiro produto financiado pelo criador do eBay Pierre Omidyar, que planeja criar grupo jornalístico


10 de fevereiro de 2014 - 10h10

Em outubro do ano passado o criador do eBay e filantropo Pierre Omidyar anunciou que investiria num projeto jornalístico de Glenn Greenwald, jornalista e advogado americano famoso por ter sido o primeiro a dar voz Edward Snowden, ex-funcionário da National Security Agency (NSA) que revelou internacionalmente as ações de espionagem da autarquia – a maioria bastante polêmica, como os grampos envolvendo aliados americanos, incluindo Dilma Rousseff e Angela Merkel. Nas últimas semanas começou a circular a informação de que a data de lançamento do primeiro produto da nova empresa, chamada First Look Media, seria nesta semana. De fato, The Intercept, site de notícias investigativas, estreou nesta segunda-feira, 10.

Como o próprio site anuncia, sua missão prioritária será dar continuidade às revelações de Snowden. As primeiras matérias explicam o funcionamento do sistema de inteligência artificial da agência que decide os alvos de operações letais de drones, além de imagens aéreas inéditas do repórter fotográfico Trevor Paglen, revelando instalações de algumas unidades da NSA em território americano.

O Intercept seria o primeiro de uma série de produtos da First Look Media – à época do anúncio do investimento, calculou-se que o investimento seria de até US$ 250 milhões. Segundo um vídeo do próprio Omidyar (veja abaixo), o grupo quer criar diversas revistas digitais, com temas diferentes, altamente integradas a tecnologia.

Omidyar consta no expediente do grupo como publisher. Lynn Oberlander, que estava há sete anos na revista New Yorker, é consultor geral de operações de mídia. Também participam como editores Jeremy Scahill e Laura Poitras, repórter cinematográfica que acompanhou as primeiras revelações de Snowden. Greenwald também é editor e, apesar de o jornalista americano morar no Rio de Janeiro, não há indícios de que profissionais brasileiros façam parte da operação.

wraps

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”