Venda de anúncios é área da Amazon que mais cresce

Buscar

Mídia

Publicidade

Venda de anúncios é área da Amazon que mais cresce

Relatório divulgado pela companhia aponta crescimento maior que o esperado por analistas do mercado


31 de julho de 2018 - 10h12

Setor de anúncios lidera crescimento dentro da companhia liderada por Jeff Bezos, atingindo US$2,2 bilhões no último trimestre (Crédito: Mark Wilson/Getty Images)

Por Garret Sloane, do Ad Age*

O setor de anúncios da Amazon continuou crescendo no último trimestre, atingindo US$ 2,2 bilhões em receita, um aumento que passou até as perspectivas mais otimistas para a companhia.

Na quinta-feira, 26, a Amazon anunciou os resultados do segundo trimestre e, mais uma vez, a publicidade capitaneou o crescimento, chegando a 132%. O total de vendas da empresa atingiu US$ 52,9 bilhões, um aumento de 39% ano após ano.

Enquanto isso, o lucro atingiu US$ 2,5 bilhões, um acréscimo de US$ 200 milhões em comparação ao mesmo período do ano passado. A publicidade está ajudando a Amazon a atingir esses níveis de lucratividade.

No primeiro trimestre, a venda de anúncios da Amazon ultrapassou US$ 2 bilhões pela primeira vez. No segundo trimestre de 2017, ela havia atingido US$ 945 milhões.

Segundo a última previsão do eMarketer, a Amazon deveria atingir apenas US$ 3,8 bilhões em vendas publicitárias neste ano. Entretanto, o relatório divulgado pela empresa posiciona esse valor entre US$ 4 e 5 bilhões no ano inteiro, ultrapassando a projeção.

Brian Olsavsky, CFO da Amazon, falou sobre os ganhos em publicidade digital para analistas durante uma conferência telefônica. “Agora, esse é um negócio multibilionário para nós. Estamos vendo uma forte adoção em diversas frentes”, afirmou Olsavsky.

As prioridades da Amazon para o segmento incluem construir ferramentas melhores para que anunciantes comprem e analisem anúncios, segundo Olsavsky.

“Estamos em uma posição única para mostrar a eles o benefício dos anúncios”, afirmou o executivo. A Amazon pode mostrar os anúncios e então reportar às marcas quando eles levarem a vendas na plataforma.

A companhia tem expandido rapidamente sua tecnologia de anúncios digitais para trazer mais compradores à plataforma para que, dessa forma, eles possam promover produtos dentro de seu site e também fora dele. A empresa tem um programa com agências e marcas selecionadas para utilizar o Sponsored Product dentro da sua rede de anúncios, que atinge centenas de publishers. Essa é a primeira vez que esse tipo de anúncio, que é o mais valioso da Amazon, será publicado fora do seu próprio site.

Marcas e agências têm levado mais dinheiro para a Amazon conforme a empresa investe mais em tecnologia de anúncios que ajudem os clientes a comprar de forma programática em toda a plataforma, assim como fazem com Google e Facebook. A empresa de Mark Zuckerberg divulgou suas receitas na semana passada, e afirmou que conseguiu US$ 13 bilhões em venda de anúncios no segundo trimestre.

O serviço de cloud da empresa, conhecido como Amazon Web Services, também foi um dos pontos altos do relatório. O segmento gerou US$ 6,1 bilhões em receita, um aumento de 49% em comparação ao mesmo período do ano passado.

*Traduzido por Salvador Strano

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • anúncios

  • amazon

  • Ad tech

  • Jeff Bezos

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”