José Roberto Maluf assume Fundação Padre Anchieta

Buscar

Mídia

Publicidade

José Roberto Maluf assume Fundação Padre Anchieta

Dono da editora Spring contará com Antonio Prado Júnior na presidência do conselho e Boni como consultor

Salvador Strano
22 de maio de 2019 - 16h08

Crédito: Mastrangelo Reino/Folhapress

O conselho executivo da Fundação Padre Anchieta escolheu o advogado José Roberto Maluf para ocupar a presidência da instituição responsável pela TV e rádios Cultura. João Doria, governador de São Paulo, indicou o executivo ao cargo, atualmente ocupado por Marcos Mendonça. A mudança chega em meio às comemorações de 50 anos da emissora pública.

Maluf ocupou posições de liderança de empresas como Grupo Bandeirantes, SBT, Gazeta e é dono da Editora Spring – que detém os direitos da Rolling Stone. Ele também já atuou em empresas do Grupo Doria, que tem operações de mídia e conteúdo e era a principal atividade empresarial do governador antes de investir na política, em 2016.

José Roberto Maluf explica que ainda é cedo para falar em mudanças na programação da emissora. Entretanto, “na presidência da Fundação, pretendo preservar a missão de incentivar e fazer acontecer a cultura, a educação e a informação. Mas, quero agregar que pretendo atender o que há no mercado, buscando mais receita e audiência – não só em publicidade, mas em licenciamento e outras plataformas de distribuição”.

Essa visão é compartilhada, também, com o governador do estado, que afirma que a TV Cultura buscará aumentar a presença de patrocinadores à sua programação.

A posse será realizada em meados de junho, junto com a entrada do novo presidente do conselho, Antonio Prado Júnior.

Boni, José Roberto Maluf, João Doria e Sérgio Sá Leitão durante coletiva de imprensa na sede do governo estadual (Crédito: Salvador Strano/Meio&Mensagem)

“Vivemos um momento de mudanças aceleradas, temos o desafio de construir a comunicação pública do século 21 utilizando todos os meios e plataformas”, afirmou Sérgio Sá Leitão, secretário estadual de cultura, durante coletiva de imprensa na sede do governo. “O Maluf é uma pessoa que tem uma visão bastante contemporânea que saberá levar a fundação nos próximos anos”, disse.

Já o conselho de consultores da empresa terá um reforço de peso. José Bonifácio de Oliveira Sobrinho presidirá o órgão que atua de forma voluntária e possui reuniões mensais para discutir os caminhos da TV pública. O Boni, como é conhecido, é um dos principais nomes da história da televisão brasileira e atualmente é proprietário da TV Vanguarda, afiliada Globo.

“Não estamos vivendo um momento difícil. Estamos vivendo um momento auspicioso, de renascimento. O que foi feito pela TV Cultura, como complemento à programação da TV comercial, foi o melhor que se poderia fazer. Agora, a história é outra. A televisão do futuro não precisa mais suprir essa necessidade da TV comercial. Precisa atuar no campo da informação, de serviços, e na utilidade pública – nesses, há um espaço enorme”, afirmou Boni.

Doria chegou a convidar Boni para ocupar o cargo de Sá Leitão na pasta da Cultura, mas a nomeação não evoluiu.

Publicidade

Compartilhe