Desenvolvimento digital para clientes e colaboradores

Buscar
Jellyfish-BG

Brand Voice

APRESENTA

Desenvolvimento digital para clientes e colaboradores

Modelo da Jellyfish estimula inovação, disrupção e crescimento profissional, diante de uma sociedade mais conectada

A Jellyfish busca apoiar marcas na aproximação com o digital, via dados, compra de mídia, consultoria, treinamentos e criação


6 de dezembro de 2021 - 0h00

A pandemia da Covid-19 acelerou a transformação digital e provocou importantes disrupções nas indústrias. As áreas de comunicação e marketing, sempre conectadas às inovações, tiveram que se adaptar às mudanças de comportamento de consumo e de modelos de trabalho. Com uma rede de mais de 2.300 profissionais altamente qualificados em cerca de 20 países, o modelo ímpar de atuação da Jellyfish permitiu à companhia acompanhar o movimento em prol de uma sociedade mais tecnológica.

Especializada em marketing e transformação digital, a empresa busca apoiar marcas na aproximação com o digital, por meio de gestão de dados, compra de mídia, consultoria, treinamentos e criação. Os clientes conectam-se com colaboradores talentosos de diversos países, em uma única operação, o que permite acesso a soluções potentes, multidisciplinares e multinacionais para seus desafios.

“A Jellyfish representa um novo tipo de negócio digital: os serviços de agência são combinados a consultorias, treinamentos e tecnologias, para entregar os melhores resultados para o cliente. Diferentemente de outros grupos internacionais, não operamos no modelo de filial e não acreditamos em uma operação padrão, mas na combinação de forças para cada propósito. Tudo isso está disponível para as marcas do Brasil”, afirma David Reck, managing director da Jellyfish Brasil.

 

A Jellyfish busca apoiar marcas na aproximação com o digital, via dados, compra de mídia, consultoria, treinamentos e criação

Conceito de plataforma: Jellyfish dedica-se a conectar pessoas, interesses e oportunidades

Atuação como plataforma
De origem britânica, a Jellyfish baseia sua atuação no conceito de plataforma – espaço dedicado a conectar pessoas, interesses e oportunidades. “O marketing do futuro funciona assim. Os anunciantes, parceiros e profissionais desse mercado precisam de empresas que operem como plataformas, se moldando aos desafios, desenvolvendo capacidades e inovando para conectar marcas e pessoas, além de gerar talento a uma indústria onde originalidade é sua cabeça e dados são sua espinha dorsal”, defende Reck.

A empresa busca atuar com as marcas, e não para as marcas, ao criar times internos integrados e focados em serviços e tecnologias. Isso vai desde a concepção de estratégias especiais até a implementação de tecnologias de ponta, passando pela progressão contínua de carreira. “Com nossa expertise no ecossistema digital, investimos e criamos soluções para desenvolver o mercado e as pessoas que trabalham nele. Nossos especialistas orientam o cliente sobre onde a audiência online está gastando tempo e dinheiro. Somos a melhor parceira para ajudar as marcas a navegarem pelas plataformas que impulsionam seu crescimento e engajamento, em uma jornada única, sem quebras e divisões”, explica o executivo.

A integração global da empresa permite cruzar produtos, conhecimentos e soluções. O olhar de especialistas de todo o mundo possibilita unir experiências de mercados em diferentes estágios de desenvolvimento, além de exportar e importar boas ideias, agregando ainda mais excelência à entrega. As sólidas parcerias com gigantes da tecnologia, como Google, Amazon, Facebook e Salesforce, permitem testar novidades em primeira mão e desenhar soluções precisas para as marcas. A equipe da Jellyfish é certificada em todas essas plataformas, garantindo a melhor execução e performance para os clientes. “A inovação vem ao confiar em parcerias e na tecnologia como centro da estratégia de marca, e deixá-la orientar áreas como a inteligência de dados ou a criação. Nosso grande diferencial é sermos ágeis e adaptáveis, o que permite sustentar mudanças de verdade e desbloquear crescimento, receita e eficiência”, diz Reck.

O novo profissional do marketing digital

Feito pela consultoria McKinsey, o estudo “O futuro do trabalho pós-Covid-19” avalia o impacto de longo prazo da pandemia no mercado de trabalho em oito países com modelos econômicos distintos, que juntos respondem por metade da população mundial e 62% do PIB global: China, França, Alemanha, Índia, Japão, Espanha, Reino Unido e Estados Unidos. Entre as principais conclusões, observou-se que 25% dos trabalhadores poderão ser obrigados a mudar de ocupação em relação a antes da pandemia – com pouco crescimento de empregos em posições de baixa remuneração.

A Covid-19 também poderá estimular maior adoção da automação e da inteligência artificial, principalmente nas funções que envolvem alta proximidade física. O trabalho remoto e as reuniões virtuais provavelmente continuarão, mesmo que de forma menos intensa do que no pico da pandemia.

Nesse contexto de transformações, é essencial atuar em uma empresa que esteja atenta e possibilite o desenvolvimento profissional. Alinhada a sua atuação como plataforma, a Jellyfish estimula o crescimento entre seus colaboradores. Por ser internacional, o profissional pode se envolver em projetos de outros países e fazer trocas com especialistas de diferentes áreas. Além disso, a empresa busca empoderar os funcionários por meio de uma estrutura horizontal. De estagiários a CEOs, todos têm acesso a todos, sem barreiras. Também há o reconhecimento dos colegas que incorporam os valores da Jellyfish: paixão, responsabilidade, positividade e ser a solução. Em prol do bem-estar, a política de trabalho foi revista por conta da pandemia e, quando ocorrer o retorno presencial, os profissionais poderão passar 40% do tempo em home office, 50% no escritório e 10% em outro local de trabalho, já que a empresa é global.

 

No marketing digital, automação e inteligência artificial são tendência

No marketing digital, automação e inteligência artificial são tendência

“Acabamos com a hierarquização, porque entendemos que a mudança digital deve acontecer em todos os segmentos do trabalho, não só na operação, mídia ou dados. O resultado é o sistema de progressão de carreira, em que o funcionário consegue provar com um business case o quanto de valor adicional está trazendo ao negócio e confirmar a necessidade de promoção. Nossos profissionais são reconhecidos pelo esforço, com aumento do salário ou mudança de cargo”, explica Reck.

Focada no crescimento profissional, há investimentos massivos em treinamentos internos ou externos dos funcionários. “Incentivamos e oferecemos meios para os profissionais desenvolverem o conhecimento técnico necessário para entregar o melhor resultado, tornando-os mais competitivos e seniores. É nossa missão desenvolver o digital em todas as instâncias, desde o cliente até parceiros e, principalmente, junto aos colaboradores”, esclarece o executivo.

Confira oportunidades na Jellyfish em sua página no LinkedIn.

Publicidade

Compartilhe

Veja também