A China mostra sua cara

Buscar
Publicidade

Ponto de vista

A China mostra sua cara


18 de maio de 2011 - 11h49

Em abril estive em Beijing para a WFA Advertiser Week, promovida pela Federação Mundial de Anunciantes e organizada e recepcionada pela CANA, a Associação Chinesa de Anunciantes. Participei do evento como presidente da ABA.
No terceiro e mais interessante dia do encontro, quando acontece a Global Advertiser Conference, algumas coisas curiosas aconteceram. Quem abre o evento, normalmente, é o presidente da Associação Mundial e depois fala o presidente da Associação local. Na China, quem abriu foi também uma pessoa do governo, membro do Partido Comunista.
A maior novidade numa conferência que não teve grandes novidades foi o anúncio de que a China implementa seu primeiro código de autorregulamentação publicitária e de ética de marketing, adotado em conjunto pela Associação Chinesa de Anunciantes, pela Associação Chinesa de Propaganda (na qual estão os veículos) e pela Associação Chinesa de Comércio de Propaganda (na qual estão as agências), fato importante já que a China era o último grande país do mundo a não contar com um sistema voluntário de autogestão das práticas de marketing. Permitir que a publicidade se autorregule, além de ser novo no mercado chinês, pode ser entendido como uma sinalização de que o governo irá interferir menos. Mesmo o Congresso tendo sido aberto por um membro do governo.
Diferentemente dos outros Congressos Mundiais de Anunciantes, onde gente do mundo inteiro fala sobre o mundo inteiro – e eu já fui a três, no Brasil em 2009 e na Turquia em 2010 –, o da China foi extremamente local: basicamente chineses falando da China. Quando o palestrante não era chinês, havia chineses na mesa para debater e o assunto sempre girava em torno da China.Pior para eles, que não tiveram a mesma chance que nós tivemos de conhecer o diferente e aprender com ele. Bom pra nós, que saímos de lá conhecendo bem melhor o gigante que adora se exibir e seu mercado de números impressionantes.

* João Batista Ciaco é diretor de publicidade e marketing da Fiat e presidente da Associação Brasileira de Anunciantes (ABA)

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Pixbet e Flamengo ampliam contrato com valor recorde

    Pixbet e Flamengo ampliam contrato com valor recorde

    Novo contrato poderá render R$ 470 milhões até o final de 2027, o que representa o maior contrato de patrocínio da história do time

  • L’Oréal Paris leva pautas sobre equidade para Cannes

    L’Oréal Paris leva pautas sobre equidade para Cannes

    Como esforço de marketing para construção de marca, o grupo L'Oréal tem reforçado seu interesse em pautas sobre diversidade, feminismo e gênero