Google planeja canais para TV pelo YouTube

Buscar

Google planeja canais para TV pelo YouTube

Buscar
Publicidade

Mídia

Google planeja canais para TV pelo YouTube

Empresa se prepara para investir US$ 100 milhões em conteúdo original em 20 canais diferentes


7 de abril de 2011 - 3h18

Preparando-se para a chegada das televisões com acesso à internet, o Google está trabalhando em mudanças no YouTube para oferecer conteúdo voltado para esse novo segmento. Com investimento calculado em US$ 100 milhões, o Google planeja produção de conteúdo próprio para ser veiculado em 20 canais divididos por áreas de interesse, como esportes e arte. Com isso, o YouTube sofreria mudanças em sua home page, dando destaque para o novo serviço.

Com a possibilidade de pessoas assistirem a vídeos do YouTube em grandes televisores ligados à internet, recostadas em um sofá confortável na sala de estar, o Google prepara-se para concorrer com a televisão aberta e a cabo, tentando convencer patrocinadores e anunciantes que o conteúdo produzido atingirá o público desejado.

As alterações previstas são uma grande aposta do website dedicado a videos mais popular do mundo. O Google espera cultivar espectadores fiéis dentro desse gênero ainda não explorado, com produções que ficam entre os filmes amadores realizados por usuários e as grandes produções da televisão.

A iniciativa segue a tendência de mudanças que a empresa vem tentando promover no YouTube. Desde que a foi comprado em 2006 pelo Google, por US$ 1,6 bilhão, o portal busca tornar-se um centro rentável, fazendo parcerias com agências e companhias de programação online para melhorar a audiência e aumentar os valores pagos para publicidade.

O Google firmou um acordo para transmitir ao vivo a liga nacional indiana de críquete, no início de 2010, abrindo portas para que a companhia iniciasse conversas sobre a transmissão de eventos maiores, como jogos da NBA e da NHL, em janeiro deste ano.

wraps

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • STF arquiva inquérito contra big techs por manifestação contra PL das fake news

    STF arquiva inquérito contra big techs por manifestação contra PL das fake news

    Google e Telegram foram acusadas de suposta campanha abusiva contra o PL das Fake News ao se manifestarem contra a proposta em suas plataformas

  • Em parceria com Smart Fit, b.drops leva OOH a academias

    Em parceria com Smart Fit, b.drops leva OOH a academias

    Empresa deve instalar, até outubro, 5 mil telas em unidades da rede, inaugurando a vertical Health