Muito além da informação

Buscar
Publicidade

Mídia

Muito além da informação

Ao completar 33 anos, Meio & Mensagem dá o maior passo de sua história e transforma-se em plataforma integrada de conteúdo


17 de abril de 2011 - 5h57

Transformação. Em sua raiz latina, trans significa “movimento para além de”. E formatione é “ato, efeito ou modo de formar”. É exatamente essa a palavra que define o momento do atual Meio & Mensagem. Um momento que começou cerca de nove meses atrás. E que chega agora a seus leitores materializado não somente em um novo jornal e um novo site. O movimento vai além. É uma extensa mudança de cultura que se reflete em suas páginas, em sua presença digital e em seus profissionais. A transformação pela qual Meio & Mensagem passou foi a maior de sua história, a mais profunda de seus 33 anos de existência, completados no dia 17 de abril. Ressurge como uma plataforma integrada de informação.

Esta é a nossa proposta: oferecer o melhor conteúdo de comunicação, marketing e mídia em uma ampla variedade de formatos, do papel ao ambiente interativo.

Apresentar-se para tamanho desafio exigiu uma revisão de processos, produtos e posturas. Como veículo atento às mudanças propiciadas pelo avanço tecnológico e pela transformação de hábitos nestes tempos em que o consumidor está no controle — temas de diversas reportagens —, Meio & Mensagem analisou as práticas de mercado, estudou resultados de pesquisas sobre a crescente valorização do conteúdo e as novas maneiras de produzi-lo e distribuí-lo e reavaliou seu posicionamento.

Nascido em abril de 1978, no ano da realização do 3º Congresso Brasileiro de Propaganda e do lançamento do Código de Autorregulamentação Publicitária, o jornal sempre acompanhou as mudanças do mercado, não somente para retratar e analisar esses movimentos, mas também para ser, muitas vezes, porta-voz e fomentador para que o setor mantenha a rota de crescimento. Por estar continua­mente atento à evolução da indústria da comunicação, Meio & Mensagem seguiu o caminho da reinvenção.

Princípios

As mudanças que podem ser vistas a partir de agora demandaram uma completa reformulação editorial. “O ponto de partida é a transformação de uma cultura existente durante todo esse tempo de existência do Meio & Mensagem, válida até o ano passado”, conta Regina Augusto, diretora editorial do Grupo M&M. “Estávamos muito voltados a fechar um jornal semanal. Em meio a isso, o online e outras plataformas eram quase como agregados”.

Uma análise do consumo do conteúdo produzido pela equipe editorial evidenciou a necessidade de adequação. Embora o jornal se mantenha como principal fonte de receita, a audiência do site chega a ser três vezes superior à do veículo impresso.

Em função disso, uma das primeiras medidas foi equiparar a importância dos meios digitais à do impresso. Presente também no rádio, com um boletim diário na CBN, e a partir do final deste mês na TV aberta com uma participação no programa Vitrine, da TV Cultura, Meio & Mensagem se torna, portanto, uma plataforma integrada.

Assim, a equipe editorial é responsável hoje por discutir pautas diárias, avaliando seus desdobramentos em todos os meios em que trabalhamos. É uma nova orientação para a produção de conteúdo.

Outro movimento importante nesse processo transformador foi a reorganização dos setores que tradicionalmente acompanhamos. A partir da análise de como as pessoas consomem informações, o conteúdo foi reordenado em três macroeditorias, todas com equipes próprias: Comunicação, Marketing (que foi totalmente reestruturada, com a chegada de mais um editor à casa ) e Mídia.

No jornal, as áreas foram embaladas de forma que facilite aos leitores a busca pelos temas com os quais têm mais afinidade. E no site, cada uma delas passa a ter uma home própria. A ampla reforma gráfica no impresso está alinhada com o digital.

wraps

 É essencial salientar que, dentro da nova proposta editorial, a marca Meio & Mensagem ganha ainda mais força. Seu prestígio conquistado ao longo dos anos como veículo impresso, migra para nossa plataforma digital. Ou seja, em lugar de M&M Online, nosso novo endereço na web agora é www.meioemensagem.com.br. “A ideia é tratarmos tudo como uma única marca. Com isso, Meio & Mensagem terá conteúdo nas mais diversas plataformas, conforme a necessidade de cada um”, afirma Marcelo Salles Gomes, vice-presidente executivo do Grupo M&M.

Diante disso, a integração adquire status de elemento-chave. A equipe editorial foi conduzida a uma reavaliação de processos em que dois conceitos se sobressaem: agilidade e relevância. O primeiro está muito mais voltado para o site, para as mídias sociais e para o conteú­do mobile. O segundo, para o jornal.

"O principal que um veículo impresso tem de buscar é a relevância, ainda mais hoje com a quantidade de informações às quais somos expostos. Temos de dar essa relevância. Os leitores querem aprofundamento. A gente pode lançar um conteúdo primeiro no jornal e depois utilizaremos as demais plataformas para repercutir e ter feedback", completa Salles Gomes. 

O projeto para reformular o Meio & Mensagem demandou investimento superior a R$ 1 milhão. Para alguns, a entrega de todo o projeto que mobilizou a empresa nestes nove meses pode soar como trabalho concluído. Mas a verdade é que a transformação não se encerra agora: temos uma segunda fase em planejamento — na qual está o desenvolvimento de nossa plataforma para iPad —, e novos projetos estão sendo engendrados. Este movimento transformador está apenas em seu princípio.

wraps

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Folha usa filosofia para tentar formar nova geração de leitores

    Folha usa filosofia para tentar formar nova geração de leitores

    Veículo apresenta a Coleção Pensadores para Crianças, com a proposta de apresentar a filosofia de forma mais simplificada

  • Após Disney+, Netflix também aumenta preços de assinaturas

    Após Disney+, Netflix também aumenta preços de assinaturas

    A gigante do streaming alterou valores em planos padrões, inclusive com anúncios, e o premium, dias após anúncio da rival Disney+