Software cria rede de interesses comuns

Buscar

Mídia

Publicidade

Software cria rede de interesses comuns

A Rede de Consumidores Sociais permite que as empresas identiquem círculos e hábitos parecidos dentro da sua rede de clientes, possibilitando ações de compra e venda aos usuários


24 de junho de 2014 - 11h38

Para auxiliar as marcas a se comunicarem com pessoas que tenham interesses comuns nas redes sociais, a empresa de tecnologia eCRM123 lançou um software chamado Rede de Consumidores Sociais. A ferramenta permite que as empresas identifiquem, dentro de sua base de clientes, ligações e círculos em comum entre eles, criando grupos de consumidores que são amigos ou que possuem amigos em comum.

Identificar essa relação entre as pessoas via Facebook, Google Plus ou Twitter possibilita a promoção de ações em grupos, como compras e descontos coletivos, por exemplo, direcionados de acordo com interesse daquelas pessoas. De acordo com José Jarbas, CEO da eCRM123, este tipo de estratégia poderia estimular o compartilhamento dos anúncios dentro dos círculos de amizade, o que pode resultar no aumento espontâneo das vendas, reduzindo a necessidade de maiores investimentos em mídia digital.

A empresa oferecerá o novo software diretamente aos anunciantes, disponibilizando, também serviços de consultoria em tecnologia para auxiliar na utilização da ferramenta. De acordo com o CEO da eCRM123, clientes como Votorantim Siderurgia, Hoje Telecom e Unimed Rio já fazem uso da Rede de Consumidores Sociais. 

wraps

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”