Jornalismo ganha força no digital

Buscar

Mídia

Publicidade

Jornalismo ganha força no digital

Levantamento Digital News Report, da Reuters, mostra que o Brasil é o País onde mais se consome notícia via redes sociais

Luiz Gustavo Pacete
17 de junho de 2015 - 3h05

O jornalismo produzido no Brasil vem ganhando força no ambiente digital. O levantamento Digital News Report, divulgado anualmente pela Reuters comparando o consumo de conteúdo em doze países, mostra que o Brasil é o País onde mais se consome notícia via redes sociais. O percentual é feito com base no total de usuários da internet, cerca de 54% da população, o equivalente a 108 milhões de pessoas. Do montante de usuários, 70% se informam via redes sociais, aproximadamente 47% das notícias são compartilhadas via redes sociais e 44% delas são comentadas nesses ambientes. Na conclusão do relatório, o brasileiro é o que mais consome notícia online, cerca de 72% dos usuários da internet. A principal fonte de notícia no Brasil já é a internet, usada por 44% dos usuários, seguida por televisão com 43%, as redes sociais são usadas como fonte única por 10% dos usuários, o impresso representa 4%.

O estudo também identificou o hábito desses consumidores e constatou que 23% estão dispostos a pagar por noticia online, 23% usam o smartphone como principal forma de se informar, 6% utilizam o tablet e 59% compartilham notícias via redes sociais. A plataforma com maior número de usuários é o Facebook, utilizado por 70% dos usuários, seguida pelo YouTube, com 34%, WhatsApp, 34% e há um empate entre Google+ e Twitter usados por 15% dos usuários. Os sites mais acessados são G1, UOL e R7.

No relatório, o Brasil é identificado como o maior mercado de mídia da América do Sul. “Os brasileiros estão entre os usuários mais importantes do mundo de blogs e redes sociais e o uso da internet cresce rapidamente atraindo players como Buzzfeed, El Pais e Huffington Post. Em consequência da desaceleração econômica, a mídia tem sofrido com cortes e demissões e ampliado a discussão sobre a forma de compensar a queda de receita publicitária”, diz o relatório. O estudo também mostra o aumento do engajamento dos usuários nas redes sociais e mostra que a participação online aumentou significativamente durante as últimas eleições presidenciais e, atualmente, com a crise econômica.

Uso de vídeo

A pesquisa identificou o aumento no consumo de notícias via vídeo, cerca de 26% já usam essa mídia para se informar. Recentemente, o diretor-geral do Facebook no Brasil, Leonardo Tristão, afirmou que o uso de texto é cada vez menor na pltaforma. "No último ano, o uso de vídeo cresceu 75%, o de foto 9%, enquanto o texto caiu 16%.”, disse o executivo. 

Com Isaque Criscuolo

wrapswrapswrapswraps

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”