Editora Abril deixará de publicar a Playboy

Buscar

Mídia

Publicidade

Editora Abril deixará de publicar a Playboy

A partir de 2016, a empresa também abre mão dos títulos Men?s Health e Women?s Health alegando continuidade a seu processo de reestruturação


19 de novembro de 2015 - 2h54

A Editora Abril confirmou que deixará de publicar, a partir de 2016, as versões brasileiras das revistas Playboy, Men’s Health e Women’s Health.

O principal argumento da empresa para o fim dos títulos é “a revisão do portfólio de produtos e a readequação das ofertas da Abril à sua audiência, aos seus anunciantes e agências”.

A reestuturação na editora foi iniciada há um ano. Em junho, a Abril vendeu sete de suas revistas para a Editora Caras: AnaMaria, Arquitetura & Construção, Contigo, Placar, Ti-ti-ti, Você RH e Você S/A. No mesmo mês, a empresa criou uma nova divisão ancorada por Big Data (ABD – Abril Big Data) e Branded Content (Estúdio ABC – Abril Branded Content).

Leia também:

Playboy americana desiste de fotos nuas

Em 2014, a Abril já havia transferido dez outros títulos para a Caras: Aventuras na História, Bons Fluídos, Manequim, Máxima, Minha Casa, Minha Novela, Recreio, Sou+Eu, Vida Simples e Viva Mais.

“Temos marcas fortes, marcas respeitadas, que pautam o país em moda, beleza, política, negócios e diversos outros temas, como o mercado automotivo, design e decoração. O que estamos ofertando ao mercado publicitário com muito sucesso é a Jornada do Consumidor”, diz Alexandre Caldini, Presidente da Editora Abril.

De acordo com a editora, os assinantes desses títulos terão seus exemplares de dezembro entregues normalmente e poderão optar por outra revista do portfólio Abril, nas versões impressa ou digital.

No total, 12 funcionários serão desligados até o final do ano. 

wraps

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”