Cinema brasileiro tem crescimento recorde

Buscar

Mídia

Publicidade

Cinema brasileiro tem crescimento recorde

De acordo com relatório da Ancine, em 2015, foram registrados 172,9 milhões de espectadores nas salas do País


27 de janeiro de 2016 - 11h00

O cinema brasileiro alcançou números recordes em 2015, de acordo com o Informe Anual divulgado nesta semana pela Agência Nacional do Cinema (Ancine).

No ano passado, foram registrados 172,9 milhões de espectadores nas salas de cinema do País, alta de 11,1% em relação a 2014.

A renda gerada em bilheteria foi de R$ 2,35 bilhões, alta de 20,1% em comparação ao ano anterior. De acordo com a Superintendência de Análise de Mercado da Ancine, essas são as maiores taxas de crescimento de bilheteria e de público registradas nos últimos cinco anos.

O informe da Ancine, que traz dados sobre distribuição, exibição e produção de obras para cinema, mostra ainda que o público dos filmes brasileiros, em relação ao total de espectadores, passou de 12,2%, em 2014, para 13% em 2015. Foram 22,5 milhões de espectadores de filmes nacionais, ante 19,1 milhões em 2014.

De acordo com os critérios adotados pela agência na elaboração do informe, os dados coletados são relativos a 53 semanas cinematográficas, o que corresponde ao período de 1 de janeiro de 2015 a 6 de janeiro de 2016.

Em 2015, foram lançados 128 longas-metragens nacionais. Comparado a 2014, com 114 lançamentos, houve aumento de 12,3% em títulos brasileiros nos cinemas. Os 128 lançamentos foram produzidos por 116 empresas distintas, das quais oito lançaram mais de um título.

Dos filmes brasileiros, 80 foram do gênero ficção e 48 documentários. No ranking das 20 maiores bilheterias, três são filmes nacionais, responsáveis por 43% do público de obras produzidas no país e por 6% do público total.

São eles "Loucas pra Casar", que ficou em 10º lugar, com público de 3,7 milhões; "Vai que Cola", filme originado da série de TV paga, que fez 3,3 milhões de espectadores e ficou na 12ª posição do ranking; e "Meu Passado me Condena 2", que ficou em 20º lugar, com 2,6 milhões de espectadores.

Com informações da Agência Brasil

wraps

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”