Microsoft paga US$ 26,2 bilhões pelo LinkedIn

Buscar
Background_LinkedIn

Últimas notícias

Publicidade

Microsoft paga US$ 26,2 bilhões pelo LinkedIn

O presidente-executivo da rede, Jeff Weiner, continua no cargo e se reportará diretamente a Satya Nadella


13 de junho de 2016 - 10h24

A Microsoft anunciou a compra da rede social de relacionamento corporativo LinkedIn por US$ 26,2 bilhões, conforme comunicado feito nesta segunda-feira, 13. A companhia fundada por Bill Gates vai pagar US$ 196 por ação da rede. Jeff Weiner, presidente do LinkedIn, continuará no comando da empresa e se reportará diretamente a Satya Nadella, presidente-executivo da Microsoft.

 

linkedin

Jeff Weiner, CEO do LinkedIn, Satya Nadella, presidente-executivo da Microsoft e Reid Hoffman, cofundador e presidente do conselho do LinkedIn

Criado em 2003, o LinkedIn possui 430 milhões de usuários e uma visita mensal de 105 milhões de acessos. No comunicado, a Microsoft reforçou que as inovações recentes envolvendo a plataforma motivaram o negócio. Dentre elas, um crescimento, em 2015, de 19% no número de usuários, mais uma alta de 9% na quantidade de membros exclusivos.

“O LinkedIn tem crescido e se posicionado como um negócio fantástico centrado em conectar profissionais do mundo todo”, disse Satya Nadella ao comunicar o negócio. “Juntos, podemos acelerar o crescimento do LinkedIn, bem como o Microsoft Office 365 e Dynamics à medida que procuramos capacitar cada pessoa e organização no planeta”, concluiu o presidente da Microsoft.

A transação foi aprovada por unanimidade pelos conselhos de administração das duas empresas. Agora, o negócio está sujeito à aprovação dos acionistas do LinkedIn. “Vejo uma oportunidade incrível para os nossos membros e clientes e estamos ansiosos para apoiar este novo negócio”, disse Reid Hoffman, presidente do conselho e cofundador do LinkedIn.

Satya Nadella e Jeff Weiner oficializam o negócio:

 

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • LinkedIn

  • Microsoft

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”