Rede social aproxima compradores e vendedores de vinil

Buscar

Últimas notícias

Publicidade

Rede social aproxima compradores e vendedores de vinil

Iniciativa é focada em público jovem e permite que sebos e pequenos comércios montem loja virtual

Guilherme Fernandes
11 de agosto de 2016 - 16h54

Rômulo Troian e Lucas Stavitzki (crédito: Fabiano Esnarriaga)

Rômulo Troian e Lucas Stavitzki (crédito: Fabiano Esnarriaga)

Lançada em julho, a rede social Luvnyl  surgiu a partir do aumento do interesse do público jovem pelo vinil e da carência de informações e dificuldade dos colecionadores para encontrar os discos, segundo comunicado dos idealizadores curitibanos Rômulo Troian e Lucas Stavitzki.

A rede funciona como um espaço para troca de informações, com o objetivo de aproximar compradores e vendedores. Além de pessoas físicas, a Luvnyl também possui uma área para que comércios, lojas e sebos montem uma loja virtual, já que até então costumavam ter alcance local e não possuíam estrutura para vendas online, de acordo com o comunicado.

O cadastro é gratuito e o público-alvo são jovens com idade entre 18 e 35 anos. A rede, que funciona somente por site, já conta com 1500 usuários cadastrados e mais de 10 mil discos. Cada participante atualiza sua página conforme o interesse: compartilhar álbuns favoritos, encontrar grupos de discussão ou vender e comprar discos de outros amigos.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Lucas Stavitzki

  • Rômulo Troian

  • Luvnyl

  • Luvnyl

  • rede social

  • vinil

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”