Neogama faz ação integrada contra fumo

Buscar

Neogama faz ação integrada contra fumo

Buscar
Publicidade

Comunicação

Neogama faz ação integrada contra fumo

Veículos impressos mostram imagens que questionam sobre a decisão de fumar


1 de junho de 2011 - 10h29

A Neogama/BBH desenvolveu duas ações simultâneas para a Adesf- Associação de Defesa da Saúde do Fumante em referência ao Dia Mundial Sem Tabaco, celebrado na última terça-feira, 31.

Os anúncios foram veiculados voluntariamente nos jornais O Estado de S. Paulo, O Dia e Destak no Rio de Janeiro e no Distrito Federal. A ação intitulada “Destino” usou os próprios cadernos do jornal O Estado de S. Paulo para transmitir sua mensagem. No caderno de Esportes, um anúncio com a imagem de um cigarro recém fumado num cinzeiro traz do lado esquerdo da imagem o texto: “Se você quer parar de fumar agora, vá para as páginas D1, E1 e V1”, em referência aos cadernos de cultura, esporte e turismo, que lidam com o lado bom da vida.

Já no lado direito da imagem há o texto: “Se você quer acender outro, vá para a página C4”, que remete o leitor à página de obituários. A peça leva a assinatura “Quem tem que decidir seu destino é você, não o cigarro”.

Outros três anúncios que abordam os malefícios causados pelo fumo passivo mostram que o ato de fumar nunca é solitário, pois a fumaça gerada afeta outras pessoas. Utilizando o punho de um homem as três peças mostram a imagem de uma mulher, um bebê ou um velho fumando para ressaltar a assinatura “Você nunca fuma sozinho”.

Com criação de Rodrigo Bergel, Leandro Hermann, Robson Teixeira, Rodrigo Senra e Daniel Poletto. A direção de criação é de Márcio Ribas. Com direção geral de criação de Alexandre Gama. O fotógrafo é Bruno Cals.
 

wraps

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Ludmilla estreia clipe na TV para divulgar Uber Moto

    Ludmilla estreia clipe na TV para divulgar Uber Moto

    Garota-propaganda da modalidade do aplicativo, cantora é o destaque de campanha criada pela Wieden+Kennedy, que ganhou música própria

  • Como o setor de eventos vê a renovação de programa emergencial?

    Como o setor de eventos vê a renovação de programa emergencial?

    Para líderes de entidades, isenção da tributação até 2026 permitirá que as empresas de live marketing tenham sustentabilidade na continuidade dos negócios