Droga5: por que a mais criativa de 2011?

Buscar

Droga5: por que a mais criativa de 2011?

Buscar
Publicidade

Comunicação

Droga5: por que a mais criativa de 2011?

Para revista Creativity, agência foi a melhor do ano porque melhorou o trabalho já reconhecido


24 de janeiro de 2012 - 11h27

Segundo análise da revista Creativity, as melhores ideias da publicidade estão surgindo na hotshop Droga5, de David Droga. “Uma pesquisa do trabalho que surgiu das portas da agência desde 2006, sua fundação, revela um padrão de movimentos audaciosos e marcantes”, define.

A publicação cita projetos do passado, como o Tap Project, para Unicef, iniciativa que levou água para comunidades sem acesso, e o projeto de Bing com Jay-Z, que promoveu a história do rapper com trechos de sua biografia impressos em locais pitorescos como uma piscina.

E apesar disso, sustenta a Creativity, o trabalho de 2011 trouxe uma dimensão ainda maior, por conta dos desafios. A conquista da conta de Prudential Financial, uma instituição de porte “sério”, deixou o mercado curioso para saber o que seria feito. A Droga5 surpreendeu a todos com uma campanha com forte teor emotivo, “Day One”, que mostrava o primeiro dia de pessoas que se aponsentavam. Seus desafios, medos, virtudes foram apresentados de maneira a valorizar o produto da companhia.

Outra conta complicada foi de Athenos, uma marca de comida grega que jamais havia aparecido na TV e que queria multiplicar seus negócios. A Droga5 criou “Vision Labs", um painel de experts em comida, filmes e jornalismo que refletiam sobre a cultura grega e como a marca tinha a ver com isso. A campanha teve uma ação multiplataforma chamada “Yiaya” que mostrava uma avó grega pedindo à sua neta nos Estados Unidos para selecionar alimentos gregos mais típicos. A ação teve 3 milhões de visualizações no YouTube e as vendas saltaram 10%.

Mas houve também trabalhos para clientes “tradicionais”, como Puma. Depois do sucesso de “After-Hours Athlete”, a agência lançou “Pump Up” e globalizou o esforço Puma Social. Além disso, o Tap Project continua forte, tendo gerado US$ 3 milhões para ajudar crianças sem água ao redor do mundo e envolvendo celebridades.

O mais novo desafio é a marca dinamarquesa Vestas, de turbinas. A agência criou a marca WindMade, que aparece em embalagens de produtos com no mínimo 25% de produção baseada em energia heólica. A ideia foi muito mais divulgar a energia renovável do que o produto.

A Droga5 é de Nova York, mas tem escritórios também na Austrália e Nova Zelândia, com total de 220 funcionários. Não seria má ideia se David Droga viesse para o Brasil.

As outras

A Creativity apontou ainda outras dez agências como destaques criativos. AKQA destacou-se pela ação “Night Vision” para Heineken e Road Frustration Index” para Audi e aplicativos para Delta Air Lines. A BBDO brilhou com ações para FedEx (“AAAAA Auto Repair” e “Enchanted”), M&M´s (“Hungry Eyes”) e AT&T (“Spider”), além de plataformas para HBO, Guinness, AT&T e Autism Speaks. A BBH, tanto com Londres e Nova York, foi apontada por ações para clientes como Robinsons´ Fruit Shoot, Lynx, Yeo Valley, Google e o Playground Sessions, este, um software de músicas educativas para baixar.

A Crispin, Porter + Bogusky também aprece na lista por conta de “Raising the Bar”, para Domino´s, campanha transmitida em outdoor da Times Square,e esforços para Kraft, como Jell-O Pudding Face Mood Meter.

A argentina Del Campo Nazca S&S foi a representante latina na lista, por conta do trabalho para a varejista BGH, e pelo cooler inteligente de Andes Beer e o avatar robô para a marca Norte.

A Califórnia teve como representantes a Goodby, Silverstein & Partners, por conta do trbalho para Chevy, incluindo um bungee jump com o modelo Sonic acionado por controle remoto, e a 72AndSunny, com o comercial para o game “Call of Duty Modern Warfare 3”, um comercial para Samsung que tirava sarro da Apple, e “Unhate”, ação para Benneton que promoveu beijos entre Barack Obama e Hugo Chavez, dentre outros (inclusive a peça proibida envolvendo líderes religiosos). 

Por fim, a Wieden + Kennedy, tanto com o escritório de Portland, quanto com o de Londres. Os norte-americanos criaram peças como a de Old Spice que trouxe o ícone pop brega Fabio para disputar o cargo de “cara de Old Spice” com Isaiah Mustafa. E fez uma ação para Nike baseada no conceito de De Volta para o Futuro, em prol da Michael J. Fox Foundation. E “Legacy”, comercial para Levís e “Born of Fire”, para Chrysler, esta, estrelada por Eminem. Os ingleses criaram campanha para divulgar o álbum “Bespoke Album”, do Kaiser Chiefs e uma odisseia alimentícia em porl de Lurpak,, para Honda, e “Cats with Thumbs”, para Cravendale´s.

Confira abaixo um pouco do trabalho recente da Droga5:

wraps

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Agências se unem para criação de hub voltado a PR

    Agências se unem para criação de hub voltado a PR

    BigBang.com se apresentará ao mercado com 300 profissionais e R$ 70 milhões de faturamento

  • Campanhas da Semana: mensagens de alerta em prol do meio-ambiente

    Campanhas da Semana: mensagens de alerta em prol do meio-ambiente

    Sea Shepherd Brasil traz mensagens de peixes sobre aquecimento global e Puma se une com Palmeiras para fazer alerta sobre crise climática