Cláudio Loureiro deixa função de CEO da Heads

Buscar

Cláudio Loureiro deixa função de CEO da Heads

Buscar
Publicidade

Gente

Cláudio Loureiro deixa função de CEO da Heads

Depois de vender agência ao Brivia Group, executivo encerra trajetória como chefe executivo e reforça papel no conselho da holding brasileira


2 de dezembro de 2022 - 6h00

Cláudio Loureiro passa a atuar de maneira mais enfática no conselho do Brivia Group (Crédito: Divulgação)

Cláudio Loureiro deixa a posição de CEO da Heads, agência fundada e comandada por ele ao longo das últimas três décadas. O movimento estava sendo articulado desde a venda da empresa para o Brivia Group, em abril deste ano.

A partir de agora, o profissional passa a reforçar a atuação no conselho de administração da holding que tem à frente o CEO Marcio Coelho. Segundo Loureiro, a mudança fortalece seu papel estratégico dentro da companhia como um todo, que prevê encerrar 2022 com receita de R$ 200 milhões – alta de 100% em relação a 2021.

Outra novidade é que o COO da Heads, Rafa Carmineti, passa a comandar o portfólio de contas da Heads, que, com clientes como Banco Original, 3M e 51, reforçou a entrega criativa e de mídia do grupo. Além da agência, fazem parte da holding as marcas A2C, Dez e Brivia.

Do regional para o exterior

Os planos de crescimento inorgânico do Brivia Group começaram a ser concretizados em 2018, quando a companhia fez fusão com a Dez Comunicação, do Rio Grande do Sul. Em 2020, comprou a A2C, de Santa Catarina. No momento, o grupo está analisando novas possibilidades de aquisições.

Hoje, Banco do Brasil, B3, KPMG, O Boticário e Petrobras estão entre os clientes do Brivia Group. Ao todo, são nove operações brasileiras e uma em Lisboa, Portugal.

 

Compartilhe

Veja também

  • Talent admite diretora executiva de criação

    Talent admite diretora executiva de criação

    Ana Carolina Reis assume a posição para trabalhar no time de Gustavo Victorino, chief communications officer da agência

  • Guilhermo Bressane deixa o Itaú

    Guilhermo Bressane deixa o Itaú

    No banco desde 2019, executivo atuou como diretor de marketing e diretor de growth & vendas digitais