Após polêmica, Reserva “mata” campanha e pede desculpas

Buscar

Comunicação

Publicidade

Após polêmica, Reserva “mata” campanha e pede desculpas

Marca pede “desculpas pelo indesculpável” e anuncia que não mais irá continuar as ações programadas para o Dia dos Namorados

Bárbara Sacchitiello
18 de maio de 2018 - 12h06

(Crédito: Reprodução)

“Desculpem-nos pelo indesculpável”. Foi com essa frase que a marca Reserva tentou encerrar a polêmica na qual se inseriu nos últimos dias por conta de alguns posts no Instagram que iniciavam sua campanha de Dia dos Namorados. Após ter recebido muitas críticas sobre o tom das mensagens escolhida para a data, a grife decidiu mudar a estratégia e comunicou às pessoas que não daria continuidade à campanha.

“Para o dia dos namorados, queríamos falar sobre amor à flor da pele e sexo, mas erramos feio na forma, no tom do lançamento e nas respostas. Se a intenção era boa, pouquíssimo importa. O que importa é que fomos desrespeitosos e ofendemos muita gente. Inclusive muitas pessoas que conosco trabalham. Tínhamos uma campanha programada para os próximos 30 dias que não será mais utilizada e por respeito às pessoas que se ofenderam, também apagaremos todos os posts já feitos. Novamente, de coração, nos desculpem. Esta campanha precisa e vai morrer aqui.”, diz o post da marca (veja abaixo). As mensagens anteriores, que causaram a polêmica, foram apagadas.





A crise começou na terça-feira, 15, quando a Reserva fez um primeiro post com o tema de dia dos Namorados. Com uma legenda que dizia que postar corações e mensagens românticas não eram a cara da marca, a Reserva convidava as pessoas a clicarem em uma mensagem que continha o áudio do “gemidão do zap”, popular brincadeira que ganhou fama nas redes sociais. “Sem noção”, “Machista, tosca e infantil” e “vergonha” foram algumas das frases críticas que a marca recebeu no próprio perfil do Instagram. De forma descontraída, o perfil da Reserva respondeu a maior parte dos comentários esclarecendo que não teve a intenção de desrespeitar ninguém e que a ideia era “mostrar o amor de forma descontraída”.

No dia seguinte, a Reserva ainda tentou dar continuidade a campanha com uma mensagem que usava a expressão de cunho sexual “molhar o biscoito”; Após novas críticas, o anunciante fez uma nova postagem informando que estava repensando as críticas recebidas e o tom da campanha. Depois de ter excluído as postagem anteriores – e publicado o pedido de desculpas – a Reserva não informou se fará uma nova campanha para o Dia dos Namorados.

Publicidade

Compartilhe