O que mais a publicidade pode fazer pela diversidade

Buscar

Comunicação

Publicidade

O que mais a publicidade pode fazer pela diversidade

Programa criado pela Directors Guild of America e pela Association of Independent Creative Producers incentiva a direção de filmes por mulheres e outros grupos menos representados na indústria


7 de agosto de 2018 - 9h31

O Commercial Directors Diversity Program (CDDP) apresentou, no final de julho, comerciais de marcas como Adidas e Amazon que foram criados como parte de seus esforços para estimular grupos menos representados na indústria publicitária.

O programa foi criado em 2016 pelo Directors Guild of America (DGA) e pela Association of Independent Creative Producers (AICP) com o objetivo de efetuar mudanças e aumentar a representação de mulheres diretoras e de outros grupos – especializados em comunicações comerciais e de marketing – historicamente pouco vistos no mercado.

O programa, que está sob direção de Tamika Lamison desde o ano passado, oferecerá ao longo de 2018 oficinas, tutoria, estágios e até doações para financiar a produção de comerciais dirigidos pelos participantes para que eles possam incrementas seus portfólios.

O CDDP escolheu seis dos 25 finalistas que competiram para participar do programa e apresentou os vídeos selecionados na semana passada, durante evento realizado na Academy of Motion Pictures Arts & Science,s em Los Angeles, nos Estados Unidos. Veja os seis filmes selecionados:

Monty Marsh, para Adidas Originals

Tamika Miller, para Echo da Amazon

Maya Albanese, para Georgia-Pacific

Kryzz Gautier, para AT&T

Erica Eng, para Homeboy Industries

Gabrielle Paciorek, para Apple Watch (veja o vídeo aqui)

*Com informações do Advertising Age

*Crédito da foto no topo: reprodução

Publicidade

Compartilhe